Abrir menu principal
Dudu Schechtel
Nome completo Luiz Eduardo Schechtel
Nascimento 18 de novembro de 1969 (49 anos)
Ponta Grossa, PR
Nacionalidade brasileiro
Ocupação Locutor, apresentador de televisão, músico, ator
Página oficial
www.dudugraffite.com

Luiz Eduardo Schechtel, mais conhecido como Dudu Graffite (Ponta Grossa, 18 de novembro de 1969), é um ator, locutor, apresentador de televisão , cantor , compositor e músico brasileiro.[1] Destacou-se por ter sido vocalista da banda Easy Rider, que gravou uma versão de "How You Gonna See Me Now", de Alice Cooper na trilha sonora da novela Olho no Olho e teve grande ascensão no Brasil. É conhecido também por ter sido criador do programa de rádio Graffite, que posteriormente passou a ser transmitido na TV Alterosa. Também foi um dos integrantes do Alterosa Esporte, defendendo o Clube Atlético Mineiro na bancada.

Início da vidaEditar

Dudu Schechtel nasceu em Ponta Grossa, filho de Maria da Glória Costa Paiva e Luiz Schechtel. Quando tinha dois anos de idade, ele e sua família se mudaram para Betim, MG.[2] Depois de uma separação, sua mãe, sem condições financeiras para mantê-lo, o doou para sua amiga Conceição Braga, que havia passado por um internato quando criança. Em 1975, ele se mudou para Belo Horizonte, morando no bairro Nova Gameleira.[2] Como os tios de Conceição se mudaram para Praia Grande, SP, em 1978, ela teve de se mudar, levando Dudu.[2] Com a morte de seu tio em 1981, Conceição teve de voltar a morar em Belo Horizonte.[2]

CarreiraEditar

1987: Primeiros trabalhos e estreia do GraffiteEditar

Em 1987, iniciou a profissão de locutor na rádio Liberdade, passando depois para a rádio Terra e, então, à Transamérica, onde também atuou como produtor.[1] Na Extra FM, com a ajuda do diretor artístico Fernando Coelho, ele estreou o programa Graffite, que ficou no ar por três anos nessa rádio.[1]

Década de 90: Carreira musicalEditar

Anos mais tarde, ele se voltou para a música, criando sua primeira banda, Carro Bomba.[1] Após outras bandas como Kripta, Evoker, Insulter e Kalabouço,[3] ele formou a banda de rock Easy Rider, na qual atuava como vocalista. A banda lançou apenas um álbum de estúdio, Back to the Old Road, em 1993, pela Sony Music Brasil.[4] "Dirty Game" fez parte da trilha sonora de Mulheres de Areia e "How You Gonna See Me Now", de Olho no Olho, ambas da Rede Globo. Logo após o fim da Easy Rider, ele também integrou as bandas Hajime, Primavera de Praga e Jambalaya — desta última foi lançado um CD demo com três faixas.[3] Em 1997, foi contratado pela Jovem Pan FM Belo Horizonte para apresentar, com Rodrigo Rodrigues, o programa Amolação [1] e ainda apresentou o programa Play Off na mesma emissora.[5] No mesmo ano, estreou na TV, apresentando o programa Tribo ao vivo na TV Horizonte, canal da televisão a cabo.[6]

2000—2009: Pop Rock Brasil, Alterosa Esporte e GraffiteEditar

Em 2000, Dudu foi o apresentador do Pop Rock Brasil, ficando no cargo durante dois anos.[7] Em 2001, retornou com o Graffite, na rádio Transamérica.[1] No mesmo ano, começou a apresentar o programa De Olho no Vestibular na Band Minas, dirigido por Angélica Hodge.[1][8] Meses depois, foi contratado pela TV Alterosa para integrar o Alterosa Esporte, representando o Clube Atlético Mineiro e substituindo Dadá Maravilha.[1] Ainda em 2001, estreou o Graffite na mesma emissora, dirigido por Robson Leite e sob o formato de um programa de auditório.[1] O programa também tinha Rodrigo Rodrigues e a dupla Caju e Totonho como integrantes.[1] Em 2007, foi contratado pela 98 FM para ser diretor artístico da emissora.[1] No ano seguinte, o Graffite retornou ao rádio sendo transmitido das 17h às 19h, na mesma 98 FM, onde permanece no ar até hoje.[1]

2010: MTV Minas, Record Minas e TeatroEditar

Em 2010, apresentou os programas Trilha MTV e MTV Minas na Copa na MTV Minas e em outubro, ao lado de Maíra Lemos, estreou o Esporte Record, na TV Record Minas,[1] onde também apresentou a versão local do Hoje em Dia.[1]

Em 2001, Dudu estreou nos palcos com a peça Aqui Jaz A Comédia. Em 2013, atuou em O Marido da Minha Mulher e Shakespeare em 3 Minutos.[1] Em 2014, estrelou a peça Amar É... Uma Comédia, com Nayla Brizard.[9]

Atualmente Dudu trabalha na rádio 98 FM apresentado o seu velho programa de humor de rádio , Graffite .

Vida pessoalEditar

É casado, desde 2008, com Tatiana Barra Schechtel, com quem tem os filhos Luiz Matheus e Catharina. Também é pai de Victória, do seu primeiro casamento e de João Pedro e Maria Eduarda de relacionamentos posteriores ao primeiro casamento .[10]

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l m n o «Sobre». dudugrafitte.com.br. Consultado em 18 de fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 18 de fevereiro de 2014 
  2. a b c d «Origens». dudu.uai.com.br. Consultado em 18 de fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 18 de fevereiro de 2014 
  3. a b «Música». dudu.uai.com.br. Consultado em 18 de fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 18 de fevereiro de 2014 
  4. «Easy Rider (6) ‎– Back To The Old Road». Discogs. Consultado em 18 de fevereiro de 2014 
  5. «Televisão». dudu.uai.com.br. Consultado em 18 de fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 18 de fevereiro de 2014 
  6. «SobreoDudu». 13 de setembro de 2008. Consultado em 18 de fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 18 de fevereiro de 2014 
  7. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome nabaladabh
  8. «Site Angélica Hodge». Supra Interativa. Consultado em 18 de fevereiro de 2014 
  9. «Amar É... Uma Comédia». BH Eventos. Consultado em 18 de fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 18 de fevereiro de 2014 
  10. «CIDADANIA HONORÁRIA – CÂMARA MUNICIPAL HOMENAGEIA APRESENTADOR LUIZ EDUARDO SCHECHTEL». Prefeitura Municipal de Belo Horizonte. 13 de abril de 2011. Consultado em 18 de fevereiro de 2014 

Ligações externasEditar