Abrir menu principal

Emanuelle Lima

Ginasta rítmica brasileira
Emanuelle Lima
Ginástica rítmica
Nome completo Emanuelle Leal Lopes e Lima
Apelido Manu
Modalidade Individual
Conjunto
Representante Brasil Brasil
Nascimento 3 de maio de 1996 (23 anos)
Vitória, Brasil
Nacionalidade Brasil brasileira
Compleição Peso: 55kg Altura: 1,67m
Nível Sênior
Treinador Camila Ferezin
Clube Clube Ítalo Brasileiro
Medalhas
Competidora do  Brasil
Ginástica rítmica
Jogos Pan-Americanos
Ouro Toronto 2015 Grupo geral
Ouro Toronto 2015 5 fitas
Prata Toronto 2015 6 maças + 2 arcos
Campeonato Pan-Americano
Prata Mississauga 2014 Equipe geral
Campeonato Sul-Americano
Ouro Santiago 2013 Equipe geral
Prata Santiago 2013 Arco

Emanuelle Leal Lopes e Lima (Vitória, 3 de maio de 1996) é uma ginasta rítmica brasileira. Representou o Brasil nos Jogos Olímpicos de Verão de 2016, como parte do conjunto brasileiro da ginástica rítmica.[1]

CarreiraEditar

Emanuelle iniciou sua trajetória esportiva na ginástica artística como parte de um projeto escolar, vindo a optar pela ginástica rítmica aos 5 anos de idade.[2]

Em 2015, Emanuelle foi convocada para disputar os Jogos Pan-Americanos de 2015 como parte do conjunto brasileiro.[3] Emanuelle conquistou 3 medalhas junto com o conjunto brasileiro: ouro no grupo geral, ouro no 5 fitas e prata no 6 maças + 2 arcos.[4] Ainda em 2015 Emanuelle participou do Campeonato Mundial em que a equipe terminou em 16º lugar.[5]

No ano seguinte, Emanuelle Lima foi convocada para representar o Brasil na competição de equipes nos Jogos Olímpicos de Verão de 2016.[1] A equipe brasileira viria a ficar fora da final por uma pequena margem, terminando a competição em nono lugar.[6]

Em 2017 Emanuelle optou por abrir mão da seleção brasileira, preferindo competir apenas a nível local, por entender já ter alcançado todos os objetivos com a equipe nacional.[7]

Ligações externasEditar

Referências

  1. a b «Brasil convoca conjunto de ginástica rítmica para a Olimpíada do Rio». GloboEsporte.com. 14 de julho de 2016. Consultado em 27 de março de 2018 
  2. «Revelação da ginástica brasileira disputa as Olimpíadas Escolares». GloboEsporte.com. 9 de setembro de 2011. Consultado em 27 de março de 2018 
  3. «Seleção da ginástica rítmica é convocada para o Pan 2015». Terra.com. 16 de junho de 2015. Consultado em 27 de março de 2018 
  4. «Brasil encerra a ginástica ritímica com mais dois pódios e celebra». Diário do Grande ABC. 21 de julho de 2015. Consultado em 27 de março de 2018 
  5. «Conjunto brasileiro fica em 16º no Mundial de Ginástica Rítmica». Estadão. 12 de setembro de 2015. Consultado em 27 de março de 2018 
  6. «Brasil emociona público na ginástica rítmica, mas fica fora da final». UOL. 20 de agosto de 2016. Consultado em 27 de março de 2018 
  7. «Ginastas capixabas desistem da seleção brasileira por conta da pressão». Gazeta Online. 13 de agosto de 2017. Consultado em 27 de março de 2018