Erik Bryggman

arquiteto finlandês

Erik William Bryggman (Turku, 2 de julho de 1891 — Turku, 21 de dezembro de 1955) foi um arquitecto finlandês.

Concebeu projectos para hotéis, vivendas e edifícios públicos, incluindo o pavilhão finlandês da Exposição Mundial de 1930, em Antuérpia. Seguidor do funcionalismo, inclinou-se depois para o romantismo, identificando-se, através das suas últimas construções, com a arquitectura orgânica. As suas obras mais importantes são a Biblioteca da Academia (1935) e a capela do cemitério (1938-1941), na sua cidade natal, e ainda a urbanização de construções de madeira em Pansio (1946), próximo de Turku.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Erik Bryggman
  Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.