Há muitos critérios da classificação dos vegetais quanto ao tipo de caule. As ervas ou plantas herbáceas são, na maior parte das vezes, definidas de duas formas:

  • Plantas de caule macio ou maleável, normalmente rasteiro, sem a presença de lignina (podendo, geralmente, ser cortado apenas com a unha) - ou seja, sem caule fino.
  • Plantas cujo caule não sofre crescimento secundário ao longo de seu desenvolvimento.
Orégano, erva utilizada como condimento

Ambas as definições estão corretas e são utilizadas pelos cientistas em suas obras, embora, ao considerar alguns casos englobados por elas, o leigo possa ficar confuso. Como exemplo, a primeira categoria engloba muitos cactos de hábito arbustivo, alguns de porte verdadeiramente imponente, como os saguaros dos Estados Unidos. A segunda categoria engloba todas as monocotiledôneas, inclusive palmeiras e yuccas, de caule claramente lenhoso, mas que não sofrem crescimento secundário ao longo da vida.

Em botânica, utiliza-se a adjectivação herbáceo - por oposição a lenhoso - para descrever uma planta vascular ou uma das suas partes que não tem crescimento terciário

Ver tambémEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Erva

BibliografiaEditar

  • VIDAL, W. N.; VIDAL, M. R. R. (2006). Botânica: organografia. 4 ed. Viçosa: UFV.
  Este artigo sobre Botânica é um esboço relacionado ao Projeto Plantas. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.