Esmeriz

localidade e antiga freguesia de Portugal

Esmeriz é uma antiga freguesia portuguesa do município de Vila Nova de Famalicão, com 3,80 km² de área e 2 218 habitantes (2011)[1]. A sua densidade populacional era 583,7 hab/km².
Foi unida à freguesia de Cabeçudos, formando a União das Freguesias de Esmeriz e Cabeçudos com sede em Esmeriz.

Portugal Esmeriz 
  Freguesia portuguesa extinta  
Vista de esmeriz.jpg
Gentílico Esmerizenses
Localização
Esmeriz está localizado em: Portugal Continental
Esmeriz
Localização de Esmeriz em Portugal Continental
Mapa de Esmeriz
Coordenadas 41° 22' 45" N 8° 31' 3" O
município primitivo Vila Nova de Famalicão
História
Fundação Século XI
Extinção 28 de janeiro de 2013
Características geográficas
Área total 3,80 km²
Outras informações
Orago São Pedro
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Esmeriz

PopulaçãoEditar

População da freguesia de Esmeriz [2]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
396 398 500 467 542 632 710 796 905 1 133 1 179 1 413 1 599 1 905 2 218

HistóriaEditar

São Pedro de Esmeriz é uma das quarenta e nove freguesias do concelho de Vila Nova de Famalicão.

Ocupa uma área geográfica de 380 hectares e é atravessada pelo rio Pelhe. Faz fronteira com as freguesias de Antas S. Tiago, Cabeçudos, Calendário e Lousado. Desde há séculos que São Pedro de Esmeriz é uma terra de extrema importância no contexto económico do concelho, sobretudo porque, outrora, nos moinhos situados ao longo das margens do rio Pelhe, se moíam os cereais cultivados nos campos da freguesia, bem como os que chegavam, provenientes de freguesias vizinhas.

Durante o domínio do império romano, teve influência a sua proximidade à via Cale Bracara, via importante para quem se dirigia do sul do país para a cidade de Bracara Augusta.

O seu topónimo Hermeriz ou Ermeriz, e que mais tarde se tornou Esmeriz significava "forte rei" na época dos suevos.

Esta freguesia tem o nome do padroeiro São Pedro, de Esmeriz.

Segundo algumas fontes, Esmeriz terá nascido entre 1085 e 1099. A Igreja Paroquial de Esmeriz era, então, o único edifício da freguesia, juntamente com a Honra de Pereira, com a sua casa senhorial da Quinta de Pereira, que possuía uma capela de Santa Maria ou Nossa Senhora das Mercês.

A população da freguesia foi crescendo acompanhando outras terras, juntamente com o progresso industrial de Vila Nova de Famalicão. De facto, durante muitos anos, Esmeriz foi essencialmente uma freguesia cuja actividade principal era o sector primário (agricultura), tendo os seus habitantes que se deslocar para as freguesias vizinhas para trabalhar no sector secundário (indústria).

Actualmente, com a criação de dois parques industriais na extremidades Nascente e Sul, o panorama foi substancialmente alterado, passando Esmeriz a ser uma freguesia também ela empregadora. É uma terra de pessoas solidárias e que estão sempre prontas a ajudar os outros .

PatrimónioEditar

A freguesia possui Igreja Paroquial (século XVI); Capela de São Marçal; Moinhos de água ao longo do rio Pelhe (século XVII); ponte medieval denominada de Ponte Pedrinha; o referido solar da Quinta da Pereira (século XIII); Capela de Santa Maria ou Nossa Senhora das Mercês (século XVI); Quinta da Torre; Alminhas de Vila Verde (século XIX), em honra de Santo António, e do Souto, em honra das almas (século XVIII).

InstituiçõesEditar

Esmeriz possui Centro Social e Paroquial com as seguintes valências: Creche, Jardim-de-Infância, Centro de Dia e Apoio Domiciliário. Possui ainda a Escola EB1 de São Marçal e que esta contem, ATL e Cantina. Na freguesia também existe escola Pré-Primária.A nível associativo destacam-se a Associação Desportiva de Esmeriz e o Corpo Nacional de Escutas.

Acessibilidade e transportesEditar

Em termos de transportes e acessibilidades, a freguesia de Esmeriz é servida pela Linha do Minho, ligação Porto - Braga - Viana do Castelo, com apeadeiro, anteriormente designado de Pisão e actualmente designado de Esmeriz. Ao nível rodoviário a freguesia tem ligação à variante nascente com acesso à A7 e A3, situando-se as portagens na área administrativa de Esmeriz.

Galeria FotográficaEditar

BibliografiaEditar

  • CARNEIRO, Eduardo Manuel Santos (1997) -"Actividades Sócio-Culturais, Comerciais e Personalidades de Vila Nova de Famalicão no Início do Século XX", Boletim Cultural nº 14, C.M.F., V. N. Famalicão.

Referências

  1. «População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano)». Informação no separador "Q601_Norte". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 9 de Março de 2014. Cópia arquivada em 4 de dezembro de 2013 
  2. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes