Espúrio Postúmio Albo Regilense (tribuno consular em 432 a.C.)

Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Espúrio Postúmio Albo Regilense, cônsul em 466 a.C. e membro do Segundo Decenvirato. Para mais significados, veja Espúrio Postúmio Albino.
Espúrio Postúmio Albo Regilense
Tribuno consular da República Romana
Tribunato 432 a.C.

Espúrio Postúmio Albo Regilense (em latim: Spurius Postumius Albinus Regillensis) foi um político da gente Postúmia nos primeiros anos da República Romana eleito tribuno consular em 432 a.C. com Lúcio Pinário Mamercino e Lúcio Fúrio Medulino, os três patrício romano, como no ano anterior[1].

Tribuno consularEditar

Durante seu mandato, enquanto Roma enfrentava uma epidemia e a fome decorrente, a plebe se enfurece com o fato de os três membros da magistratura máxima de Roma eram três patrícios. Lívio comenta ainda tensões com os vizinhos etruscos, volscos e équos[1].

Ver tambémEditar

Tribuno consular da República Romana
 
Precedido por:
'Marco Fábio Vibulano

com Lúcio Sérgio Fidenato
com Marco Fólio Flacinador

Lúcio Pinário Mamercino
432 a.C.

com Espúrio Postúmio Albo Regilense
com Lúcio Fúrio Medulino

Sucedido por:
'Tito Quíncio Peno Cincinato

com Cneu Júlio Mentão


Referências

  1. a b Lívio, Ab Urbe condita libri IV, 2, 25.