Pico de Regalados: diferenças entre revisões

8 bytes adicionados ,  19h49min de 9 de dezembro de 2019
(Resgatando 1 fontes e marcando 0 como inativas. #IABot (v2.0beta14))
Nesta área deteve a Ordem de Malta importantes bens. Razão pela qual o brasão de armas de Pico de Regalados ostenta, em chefe, a cruz daquela antiquíssima Ordem Religiosa e Militar<ref>{{citar livro|url=https://www.chiadoeditora.com/livraria/a-cruz-da-ordem-de-malta-nos-brasoes-autarquicos-portugueses|título=A Cruz da Ordem de Malta nos Brasões Autárquicos Portugueses|ultimo=PINHO|primeiro=António Brandão de|editora=Chiado Editora|ano=2017|local=Lisboa|páginas=426|acessodata=28-08-2017}}</ref>.
 
Até [[1855]] foi vila e sede de [[município]]. Era constituído pelas freguesias de [[Lanhas]], [[Vilarinho (Vila Verde)|Vilarinho]], [[Atães (Vila Verde)|Atães]], [[Barros (Vila Verde)|Barros]], [[Coucieiro]], [[Gondiães (Vila Verde)|Gondiães]], [[Gondoriz (Arcos de Valdevez)|Gondoriz]], [[Mós (Vila Verde)|Mós]], [[Passó]], [[São Cristóvão do Pico]], [[São Miguel do Prado]], [[Geme]], [[São Pedro de Valbom]], Pico de Regalados, [[São Miguel de Oriz]], [[São Martinho de Valbom]], [[Santa Marinha de Oriz]], [[Sande (Vila Verde)|Sande]], [[Sabariz]] e São vicente da [[CaldelasPonte (AmaresVila Verde)|Caldelas]].
 
Tinha, em [[1801]], 7 174 habitantes. Após as reformas administrativas do início do liberalismo foram anexadas as freguesias de [[Gomide]] e [[Valdreu]] e desanexadas as de Gondoriz e Barros. Em [[1849]] tinha 8 864 habitantes.
Utilizador anónimo