Diferenças entre edições de "Engenheiro"

774 bytes removidos ,  14h55min de 18 de março de 2020
m
Desfeita(s) uma ou mais edições de 2804:214:8188:363c:235a:7c3:4154:7c31, com Reversão e avisos
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 2804:214:8188:363c:235a:7c3:4154:7c31, com Reversão e avisos)
== Engenheiro no Brasil ==
A profissão de Engenheiro no Brasil possui elevada demanda e, por este motivo, alta empregabilidade. As necessidades brasileiras demandariam a formação de cerca de 60 a 80 mil novos engenheiros por ano, porém diplomam-se apenas 42,8 mil anualmente. Apenas 6% dos universitários brasileiros são concluintes de uma das engenharias, enquanto nos países asiáticos e na maioria dos países desenvolvidos esse índice varia de 15 a 35%.<ref>{{citar web|URL = http://www.gazetadopovo.com.br/opiniao/conteudo.phtml?id=1451601|título = Engenheiro, uma profissão cortejada|data = 04/03/2014|acessadoem = 28/10/2014|autor = Jacir J. Venturi|publicado = Jornal Gazeta do Povo}}</ref>
 
Em 2019 entraram em vigor as Novas Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de engenharia no Brasil.<ref>{{citar web|url=http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=112681-rces002-19&category_slug=abril-2019-pdf&Itemid=30192|titulo=Resolução CNE/CES nº 2, de 24 de abril de 2019 - Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Engenharia|data=01/03/2019|acessodata=10/03/2020|publicado=MEC|ultimo=Ministério da Educação|primeiro=Brasil}}</ref><ref>{{citar web|url=https://professorcristiano.com/2019/08/19/mudancas-nos-cursos-de-engenharia/|titulo=Mudanças nos cursos de engenharia no Brasil|data=19/08/2019|acessodata=10/03/2020|publicado=MEC|ultimo=Prof. Dr. Cristiano Torres|primeiro=Amaral}}</ref>
 
== Ver também ==
229 756

edições