Esporte Clube Ribeiro Junqueira

Esporte Clube Ribeiro Junqueira é uma agremiação esportiva da cidade de Leopoldina, no estado de Minas Gerais, fundada a 27 de agosto de 1911. Também conhecido como Dragão da Zona da Mata. O melhor momento da agremiação foi no final dos anos 80 e início dos anos 90, quando conquistou a terceira divisão do Campeonato Mineiro e foi vice-campeão da segunda divisão do Estadual.Atualmente, o clube não está presente no cenário nacional.

Ribeiro Junqueira
Nome Esporte Clube Ribeiro Junqueira
Alcunhas Dragão da Zona da Mata
Mascote Dragão
Fundação 27 de setembro de 1911 (108 anos)
Estádio Ribeiro Junqueira
Capacidade 1.600
Presidente Brasil Benedito Rubens Renó Guedes (Bené Guedes)
Treinador Merica
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

HistóriaEditar

O Ribeiro Junqueira Sport Clube, nasceu em 1911, em um dos salões do Gymnasio Leopoldinense. Os professores José Botelho Reis, Antônio Moura, João Tretino Ziller , Dr. Pedro Arantes e Milton Ramos Pinto, juntamente com Esdras Lintz, Vicente Domenic e alguns alunos, foram os que fundaram o clube. O professor José Botelho foi o primeiro presidente, e o senador Ribeiro Junqueira o seu presidente de honra posteriormente o seu professor José Botelho Reis ocuparia a presidência de honra. Naquela época era comum utilizar nomes de famílias para denominar um time de futebol, e para homenagear o deputado Ribeiro Junqueira, os alunos do Gymnasio Leopoldinense assim nomearam o clube. Logo após o primeiro jogo o diretor da escola chamou os jogadores para saber quem teve a ideia de colocar o nome de Ribeiro Junqueira ao time.

No colégio, as coisas eram severas e os alunos ficaram com medo na repreensão e castigo. Mais o diretor do Dr. José Monteiro Ribeiro Junqueira havia gostado da escolha e até mesmo propôs ajuda comprando uniformes e dando apoio para o time seguir em frente. Posteriormente uma reunião escolheu as cores do time, pois um dos fundadores se manifestou dizendo ter recebido de parentes um postal vindo da Itália o qual trazia em sua ilustração o principal justamente o desenho do estádio do Milan com seu escudo escolhendo o assim o uniforme e as cores do Ribeiro Junqueira Sport Clube.

AprofundamentoEditar

O rubro-negro da Zona da Mata Mineira foi uma das maiores forças do interior das Minas Gerais. Foi tetracampeão da Zona da Mata, Campeão da BR-116, Campeão Regional da Liga de Cataguases em 1984, Campeão Regional da Liga de Juiz de Fora em 1985, Tetracampeão da Liga Esportiva Leopoldinense entre 1983 e 1986.

Seu título mais importante foi o de Campeão da Terceira Divisão de Profissionais do Campeonato Mineiro em 1989. No ano seguinte consagrou-se vice-campeão da Segunda, conseguindo o acesso à Primeira Divisão em 1991, quando acabou rebaixado e licenciando-se em seguida do profissionalismo.

HinoEditar

O hino do E.C Ribeiro Junqueira faz parte dos seus símbolos, assim como a bandeira e o escudo do time. O hino é uma das suas identidades. Não há registros encontrados até a presente data sobre a autoria e a data de sua composição, tendo somente os registros no livro E.C Ribeiro Junqueira o eterno campeão, de Joseph Capdeville Gribel, o seu arranjo para teclado e canto de Helena Capdeville e arranjo do maestro Juquinha para sax tenor, clarinete e piston.

Há quem diga[quem?] que o poeta Augusto dos Anjos teria sido o autor do hino do E.C Ribeiro Junqueira, que foi fundado em 1911, mais não existe nenhum embasamento que prove a sua autoria, somente coincidência se baseando em que Augusto dos Anjos mudou-se para Leopoldina em 1914 e neste mesmo ano escreveu o hino da Casa de Caridade Leopoldinense.

♪♫♪♫ Ribeiro Junqueira eu sou de coração

Porque não!Ribeiro Junqueira até de baixo d’água 

Quem fala mal do Clube Campeão 

ou é de inveja ou é de mágoa 

Quem for Ribeiro Junqueira de fato

Luta, vence e nunca apanha

Nunca se acovarda ao desacato

Oh!Ribeiro Junqueira oh! Ribeiro Junqueira... ♪♫♪♫

EstádioEditar

O Ribeiro Junqueira manda seus jogos no Estádio Guanahyro Fraga Motta, com capacidade para 3.000 pessoas. Localizado na cidade de Leopoldina-MG, próximo a Rodoviária da cidade.

HomenagensEditar

Em 2010, o clube homenageou o ex-jogador Elvécio Nunes Fernandes, que jogou no Ribeiro Junqueira nas décadas de 1960 e 1970. Elvécio chegou a treinar durante cinco meses no Atlético Mineiro, mais depois voltou para Leopoldina e retornou ao clube, atuando também em times locais e regionais. Era um jogador coringa, mais sempre jogava como zagueiro. Ficou conhecido como "rei da raça", devido a garra que demonstrava nas quatro linhas. Ele recebeu a homenagem ao lado de sua família.

Campeonato Mineiro de 1991Editar

No ano de 1991 o Ribeiro Junqueira chega à elite do futebol mineiro, estando compreendido a chave 2 daquele campeonato. O clube ficou na mesma chave onde estavam clubes grandes do futebol mineiro, como ao Atlético Mineiro e o Democrata de Governador Valadares. Mais a fraca campanha fez com que o clube fosse eliminado. Disputou o Grupo da Morte, onde os dois últimos foram rebaixados para o Módulo II do Campeonato Mineiro de 1992.

Campanha

Vitórias: 2 Empates: 4 Derrotas: 8 Pontuação: 8

Situação atual do clubeEditar

Atualmente o clube se encontra atolado em dívidas, o que o impossibilita de entrar na disputa de qualquer campeonato profissional. Além disso, o clube conta apenas com a receita da escolinha de futebol, o que é muito pouco para manter um time com a história e tradição do ECRJ. O clube ainda está filiado a federação mineira de futebol e disputa campeonatos regionais.

TítulosEditar

ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Mineiro do Interior 1 1969
  Campeão Mineiro da Terceira Divisão 1 1989
  Vice-Campeão Mineiro da Segunda Divisão 1 1990
  Campeão da BR-116 1