Estela dos Abutres

Estela dos Abutres é um monumento do início do Período Dinástico Arcaico (2600–2350 a.C.) na Mesopotâmia celebrando uma vitória da cidade-Estado de Lagaxe sobre sua vizinha Uma. Ele mostra várias cenas de batalha e religiosas e é nomeada por conta dos abutres que podem ser vistos em uma dessas cenas. A estela foi originalmente esculpida em uma única laje de calcário, mas apenas sete fragmentos são conhecidos hoje. Os fragmentos foram encontrados em Telo (antiga Girsu) no sul do Iraque no final do século XIX e agora estão em exibição no Museu do Louvre. A estela foi erguida como um monumento à vitória do rei Eanatum de Lagaxe sobre Enacale de Uma.[1]

Fragmento da Estela dos Abutres

Referências

  1. Winter, Irene J. (1985). «After the Battle is Over: The 'Stele of the Vultures' and the Beginning of Historical Narrative in the Art of the Ancient Near East». In: Kessler, Herbert L.; Simpson, Marianna Shreve. Pictorial Narrative in Antiquity and the Middle Ages. Col: Center for Advanced Study in the Visual Arts, Symposium Series IV. 16. Washington DC: National Gallery of Art. pp. 11–32. ISSN 0091-7338 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Estela dos Abutres
  Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.