Abrir menu principal

Estepe

formação vegetal de planície sem árvores
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde junho de 2016)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo(a) pelo pneu de reposição, veja Pneu reserva.
Estepe na Mongólia
Estepe na Ásia Central

Em geografia física e botânica, estepe (do russo степь, step) é uma formação vegetal de planície com poucas árvores, composta por herbáceas e pequenos bosques, similar à pradaria, embora este último tipo de planície – que ocorre em climas mais úmidos – contenha gramíneas mais altas em relação à estepe.

Aparece, às vezes, numa zona de transição vegetativa e climática entre a área de Florestas frias e úmidas e o deserto.

É encontrada na zona temperada continental da Europa. Ocorre nas áreas de clima semiárido do continente americano, onde as temperaturas são elevadas e as chuvas escassas e mal distribuídas.

No Brasil, encontra-se no Rio Grande do Sul (as pradarias), onde vive a maior parte do gado gaúcho.

A fauna é variável, mas, de maneira geral, abriga mamíferos com hábito de agregação em colônias ou manadas. Esse hábito de vida constitui proteção em habitats abertos. No estepe, a plantação é difícil; assim sendo, a maioria de sua população depende da criação das cabras e outros animais.

As estepes são encontradas principalmente nos Estados Unidos, na Mongólia,no leste da Ucrânia e Crimeia na China e na maior parte do Turquestão apresentam vegetação rasteira, clima frio e seco, longe da influência marítima e perto de barreiras montanhosas.

Abrangem uma área de cerca de 9.000.000 km², que compreende o norte dos EUA e o sul do Canadá (onde recebem o nome de pradarias), o sul da América do Sul (onde se chamam pampas) e o leste da Europa. Ocorrem nas áreas de clima temperado continental e são constituídas, basicamente, por gramíneas.

Índice

TiposEditar

A classificação da vegetação do IBGE (2012) usa o termo "estepe" para descrever os campos sulinos (os pampas e os campos do planalto meridional), no entanto, outros autores consideram este uso do termo "estepe" em desacordo com o seu uso internacional, preferindo usar o termo "campos".[1][2]

Tipos de Estepe que ocorrem na região dos campos do sul do Brasil, segundo o IBGE (2012):

  • Estepe Arborizada (Arbórea Aberta)
  • Estepe Parque (Campo Sujo ou Parkland)
  • Estepe Gramíneo-Lenhosa (Campo Limpo)

Ver tambémEditar

Referências

  1. IBGE (2012). Manual Técnico da Vegetação Brasileira. 2a ed. Rio de Janeiro: IBGE. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/geociencias/recursosnaturais/vegetacao/manual_vegetacao.shtm>.
  2. Overbeck, G. E. et al. Brazil's neglected biome: the South Brazilian Campos. Perspectives in Plant Ecology, Evolution and Systematics, v. 9, n. 2, p. 101-116, 2007. Disponível em: <http://ecoqua.ecologia.ufrgs.br/arquivos/Reprints%26Manuscripts/Overbeck_et_al_2007_PPEES.pdf Arquivado em 19 de setembro de 2016, no Wayback Machine.>.

BibliografiaEditar

  • AOKI, Virgínia. Projeto Araribá - Geografia. São Paulo:Editora Moderna, 2006
  Este artigo sobre Ecologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.