Esturjão-do-rio-lena

Como ler uma infocaixa de taxonomiaAcipenser baerii stenorrhynchus
Taxocaixa sem imagem
Estado de conservação
Espécie vulnerável
Vulnerável
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Actinopterygii
Ordem: Acipenseriformes
Família: Acipenseridae
Género: Acipenser
Espécie: A. baerii
Subespécie: Acipenser baerii stenorrhynchus
Nome trinomial
Acipenser baerii stenorrhynchus
(Nikolskii, 1896)


Esturjão-do-rio-lena (Acipenser baerii stenorrhynchus) é uma das subespécies de Acipenser baerii nativa dos seguintes rios da Sibéria oriental: Alazeya, Anabar, Indigirka, Khatanga, Lena, Kolyma, Olenek, Pyasina, Yana e Yenisei. Duas variedades desta subespécie são reconhecidas. A variedade migratória, que sobe rios, percorrendo distâncias consideráveis para se reproduzir, a partir de estuários e deltas, é mais numerosa do que a variedade não migratória. Alguns pesquisadores acreditam que este esturjão seja de fato o mesmo Acipenser baerii baerii.

AmeaçasEditar

O declínio constante de espécimes capturados indica um redução populacional do Acipenser baerii stenorrhynchus. Segundo estimativas de pesquisadores russos (Akimova e Ruban), 40% das áreas de reprodução do Acipenser baerii stenorrhynchus foram destruídas nos rios Ob e Irtysh devido à construção das represas das usinas hidroelétricas de Novosibirsk, Ust-Kamenogorsk e Shulbinsk. As populações do Rio Yenisei e do Rio Lena foram similarmente afetadas, tendo perdido, respectivamente, uma extensão de habitat de 500-600 quilômetros e 300 quilômetros. Além do mais, o uso de pesticidas agrícolas em terrenos próximos ao Rio Yenisei poluiu vários rios siberianos a ele ligados. A poluição provoca efeitos drásticos na fisiologia dos peixes e, implicando na redução da fecundidade de todas as espécies de esturjão, devido à produção de ovócitos anômalos. Na década de oitenta, produtos derivados do petróleo presentes no Rio Ob chegaram a um nível até dez vezes maior do que o máximo aceitável. Muitos rios siberianos encontravam-se contaminados por substâncias radioativas e, além disso, os cursos d'água da Sibéria oriental estavam poluídos pela indústria de mineração do ouro.(Obs.: Dados relativos à década de noventa).

Atualmente esta subespécie está classificada como vulnerável.

Referências GeraisEditar

  • Convention on International Trade in Endangered Species of Wild Fauna and Flora - sixteenth Meeting of the CITES Animals Committee, Shepherdstown (United States of America) 11-15 December 2000, Implementation of Resolution Conf. 8.9 (Rev.),ACIPENSERIFORMES.
  • Ruban G.I., and Panaiotidi, A.I. (1994). Comparative morpohological analysis of subspecies of the Siberian

Sturgeon, Acipenser baerii stenorrhynchus A. Nikolosky and Acipenser baeri chatys Drjain (Acipenseriformes, Acipenseridae), in the Yenisey and Lena River. J. Ichthyol. 34:58-71.

  • Ruban G.I., and Akimova N.V. (1993). Ecological Characteristics of Siberian Sturgeon, Acipenser baeri,

from the Kolyma River. Journal of Ichthyology (formerly Problems of Ichthyology) Scripta Technica, New York. V. 33. N 5. Pp. 66-80.