Abrir menu principal

Eugen Rosenstock-Huessy

professor académico alemão
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde janeiro de 2012). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Eugen Rosenstock-Huessy
Nascimento 6 de julho de 1888
Berlim
Flag of the German Empire.svg Império Alemão
Morte 24 de fevereiro de 1973 (84 anos)
Vermont, Estados Unidos
Portal A Wikipédia possui o:
Portal de Filosofia

Eugen Rosenstock-Huessy, nascido Eugen Rosenstock (Berlin, 6 de julho de 1888 - Norwich, Vermont, 24 de fevereiro de 1973), foi um pensador, jurista, e filósofo alemão. Doutorou-se em Direito pela Universidade de Heidelberg, Alemanha, em 1909, aos 21 anos. Em 1923, obteve um segundo doutorado pela mesma instituição de ensino, em Filosofia.

Nasceu Eugen Friedrich Moritz Rosenstock em Berlim, Alemanha, em 6 de julho de 1888, filho de Theodor e Paula Rosenstock. Seu pai era um homem erudito, banqueiro e membro da Bolsa de Valores de Berlim. Ele era o único filho entre sete crianças sobreviventes.[1] Originário de uma família judaica não-praticante, o jovem Eugen converteu-se ao Cristianismo aos dezesseis anos e se tornou, posteriormente, um dos principais pensadores religiosos do Século XX. Sua obra está erigida sobre o caráter sacramental da linguagem, estabelecendo os princípios de seu método gramatical, abrangendo a totalidade das ciências humanas.

É autor de mais de 500 ensaios, artigos e monografias, dentre os quais cerca de 40 livros, nas mais diversas áreas do saber. Destaca-se, em sua obra, o trabalho Angewandte Seelenkunde ou Conhecimento prático da Alma (1924), no qual esboçou, pela primeira vez, um método radicalmente novo para as ciências sociais, baseado na linguagem, na palavra falada e na abordagem gramatical. Esse método mostrou-se presente nas suas principais obras subseqüentes.

O primeiro livro de Eugen Rosenstock-Huessy editado no Brasil foi A Origem da Linguagem, lançado em 2002 pela Biblioteca de Filosofia da Editora Record em uma edição organizada e traduzida pelo filósofo brasileiro Olavo de Carvalho.

MonografiasEditar

  • Herzogsgewalt und Friedensschutz (1910)
  • Werkstattaussiedlung. Untersuchungen über den Lebensraum des Industriearbeiters, ([1922], 1997) ISBN 3-87067-629-9
  • Die europäischen Revolutionen (1987)
  • Friedensbedingungen einer Weltwirtschaft (1988)
  • Die Sprache des Menschengeschlechts (t. I 1963, t. II 1964)
  • The Christian Future or the Modern Mind Outrun (1966)
  • I am an Impure Thinker (1970)
  • Judaism Despite Christianity (E. R.-H. / Franz Rosenzweig) (1971)
  • Out of Revolution. Autobiography of Western Man, Oxford (Berg) [/19381966] 1993, ISBN 0854963901 / ISBN 0854964002
  • Soziologie (t. I/1: Die Kräfte der Gemeinschaft, Berlin 1925, t. I/2; Die Übermacht der Räume, Stuttgart 1956; t. II: Die Vollzahl der Zeiten, Stuttgart 1958

Referências

  1. van der Molen, Lise (1997). Guide to the Works of Eugen Rosenstock-Huessy (em inglês). Essex, EUA: Argo Books. p. 199. ISBN 0-912148-14-4 
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre filosofia/um(a) filósofo(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.