Evergrande

A Evergrande,[1] Evergrande Group ou Evergrande Real Estate Group (anteriormente Hengda Group) é a segunda maior empresa imobiliária da China em vendas,[2] tornando-a o 122º maior grupo do mundo em receita, de acordo com a lista Fortune Global 500 de 2021.[3] Ela está sediada na província de Guangdong, no sul da China, e vende apartamentos principalmente para moradores de renda alta e média.[4] Em 2018, tornou-se a empresa imobiliária mais valiosa do mundo.[5]

Evergrande
O GuangZhou Evergrande Center
Empresa de capital aberto
Fundação 1996
Website oficial www.evergrande.com

A holding do grupo é constituída nas Ilhas Cayman.[3] Sua sede está localizada no Excellent Houhai Financial Center, no distrito de Nanshan, em Shenzhen.[6]

Em 2021, a empresa começou a enfrentar uma grande crise de liquidez, gerando apreensão na China e no mundo.[7]

HistóriaEditar

Anteriormente chamado de Grupo Hengda, o Evergrande foi fundado por Xu Jiayin na cidade de Guangzhou, no sul da China, em 1996.  Em outubro de 2009, a empresa levantou US$ 722 milhões em uma oferta pública inicial na Bolsa de Valores de Hong Kong.[8]

O grupo comprou o clube de futebol Guangzhou Evergrande FC em 2010 e com Marcello Lippi conquistou a Liga dos Campeões da AFC de 2013. O grupo tem uma marca de água mineral chamada Evergrande Spring (恒大冰泉)[9] e uma escola de reforço de futebol. Nos últimos anos, incorporadores imobiliários chineses como Evergrande e Dalian Wanda fizeram incursões em "negócios alternativos e geradores de renda, longe do mercado imobiliário". Por exemplo, Evergrande se expandiu para painéis solares, suinocultura, agronegócio e fórmulas infantis.[10]

Em 2017, o preço das ações, os lucros e as receitas da Evergrande subiram para quase três a quatro vezes em valor, levando o fundador Xu Jiayin a ser um dos homens mais ricos da China, bem como uma das pessoas mais ricas da Ásia.[11][12][13][14] Em 2020, a Evergrande gerou uma receita de cerca de 507 bilhões de yuans.[15]

Crise de liquidezEditar

 Ver artigo principal: Crise de liquidez da Evergrande

Em agosto de 2021, o Financial Times informou que o Evergrande está enfrentando um número recorde de processos movidos por empreiteiros nos tribunais chineses à medida que aumenta a pressão sobre a administração da empresa para reduzir seus US$ 300 bilhões em passivos, incluindo cerca de US$ 100 bilhões em dívidas.[16][17][18] Em meados de setembro de 2021, foi informado que a empresa corria o risco de não conseguir emitir pagamentos sobre os juros de empréstimos vencidos em 20 de setembro.[19][20] Foi estimado que cerca de 1.500.000 clientes poderiam perder depósitos em casas da Evergrande que ainda não foram construídas se a empresa falir.[21]

Em 20 de setembro de 2021, as ações da Evergrande caíram 19% em Hong Kong, um ponto baixo em 11 anos, e se recuperaram parcialmente para 10,2% no fechamento do pregão.[22]

OperaçõesEditar

A empresa desenvolveu projetos em mais de 170 cidades da China. É uma das 10 maiores incorporadoras imobiliárias da China Continental e uma das cinco maiores incorporadoras imobiliárias da província de Guangdong - as outras quatro sendo Country Garden, Guangzhou R&F Properties, Hopson Development e Agile Property.

Em 2016, o fundador e presidente da empresa, Xu Jiayin, era a oitava pessoa mais rica da China, valendo US$ 4,9 bilhões.   Em junho de 2019, seu patrimônio líquido era de US$ 30,4 bilhões, tornando-o a terceira pessoa mais rica da China.[23]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Quem é a Evergrande, a incorporadora chinesa à beira do calote e que tem até um time de futebol». Valor Econômico. Consultado em 20 de setembro de 2021 
  2. «Evergrande draws eight strategic investors for Shenzhen listing». South China Morning Post. 2 de janeiro de 2017 
  3. a b «China Evergrande Group Fortune Global 500». Fortune. 2 de agosto de 2021. Consultado em 18 setembro de 2021 
  4. Nik Martin (16 de setembro de 2021). «Evergrande: Why the Chinese property giant is close to collapse». Deutsche Welle (em inglês) 
  5. «China's Evergrande tops world's most valuable real estate brand». Xinhua English news. 5 de setembro de 2018 
  6. «Contact». Evergrande Group. Consultado em 4 de fevereiro de 2021. 35 / f, excellent houhai financial center, no. 1126 Hyde [sic] road, nanshan district, shenzhen 
  7. «Em crise de liquidez, Evergrande anuncia criação de Comitê de Gestão de Risco». CNN Brasil. Consultado em 30 de dezembro de 2021 
  8. Or, Amy (30 de outubro de 2009). «Evergrande Gets $722 Million». Wall Street Journal 
  9. «恒大冰泉概览». Cópia arquivada em 1 de julho de 2014 
  10. Josh Noble; Gabriel Wildau (15 de janeiro de 2015). «Dalian Wanda changes property strategy after IPO». Financial Times 
  11. «Developer China Evergrande H1 core profit jumps over three-fold». The Business Times (em inglês) 
  12. «Evergrande profit surge brings share price gains to almost 400%». The Business Times (em inglês) 
  13. «A Look into China Evergrande Group (3333.HK)'s Recent Activity – JCTY News». jctynews.com 
  14. «China Evergrande Group (3333.HK) Shares Move 18.63% – Concord Register». www.concordregister.com 
  15. «Revenue of Evergrande Real Estate Group Ltd. from 2010 to 2020». statista.com (em inglês) 
  16. «Evergrande on course to hit record number of legal cases». Financial Times. 17 de agosto de 2021  Verifique o valor de |url-access=subscription (ajuda)
  17. Yu, Sun; Mitchell, Tom; McMorrow, Ryan (14 de setembro de 2021). «China's Evergrande faces investor protests as liquidity crunch worsens». The Irish Times 
  18. «Heavily indebted Chinese developer Evergrande warns of default risk». Financial Times. 31 de agosto de 2021  Verifique o valor de |url-access=subscription (ajuda)
  19. «Evergrande Market Fallout Grows as Local Unit Halts Bond Trading». Bloomberg.com (em inglês). 16 de setembro de 2021. Consultado em 17 de setembro de 2021 
  20. Wong, Jacky (12 de agosto de 2021). «Evergrande's Enormous Bill Finally Comes Due» – via www.wsj.com 
  21. Charlie Campbell (17 de setembro de 2021). «What Will Happen If China's Evergrande Group Collapses?». Time 
  22. Farrer, Martin (20 de setembro de 2021). «Shares in China's Evergrande plunge again as fears of contagion grow». The Guardian 
  23. «Hui Ka Yan». Forbes (em inglês). Consultado em 22 de março de 2019