Abrir menu principal

Fórmula floral é um modo de representar simbolicamente a estrutura de uma flor mediante o uso de letras, números e outros sinais convencionais. Tipicamente, utiliza-se a fórmula floral para representar as características morfológicas das flores de uma determinada família de plantas, mais que de uma espécie em particular.

DescriçãoEditar

Os símbolos mais utilizados são os seguintes:

K ou Ca= cálice — por exemplo, Ca5 = indica que a flor tem 5 sépalas.
C = corola — por exemplo, Co3(x) = significa que as pétalas são em número que é múltiplo de 3.
    Z é agregado se a corola é zigomorfa — por exemplo, KZ6 = indica uma corola zigomorfa com 6 pétalas.
A = androceu — por exemplo, A, significa que apresenta muitos estames.
G = gineceu — por exemplo, G(3)1 indica um gineceu de ovário súpero (por isso a letra "G" está sublinhada), composto por 3 carpelos unidos entre si (por isso o número três é colocado entre parêntesis), com um só lóculo e numerosos óvulos por lóculo. A quantidade de lóculos do ovário é indicada como subíndice do número de carpelos; o número de óvulos por lóculo é indicado como expoente.

A disposição da flor é indicada pelos seguintes símbolos:

  • cíclica, as peças florais estão dispostas em verticilos;
  • helicoidal ou espiralada, as peças florais estão dispostas em forma espiralada sobre o receptáculo.

A simetria da flor é representada:

  • actinomorfa, flores com dois ou mais planos de simetria;
  • zigomorfa, flores com um só plano de simetria;
  • assimétrica, flores que não apresentam planos de simetria;

A sexualidade da flor:

  • masculina ou estaminada;
  • feminina ou pistilada hermafrodita.

Uma fórmula floral, adquire uma forma do seguinte tipo:

Ca5Co5A10 - ∞G1

Notas

Ver tambémEditar

BibliografiaEditar

  • Font Quer, P. (1982). Editorial Labor, S. A., ed. Diccionario de Botánica. 8ª reimpresión. Barcelona: [s.n.] 84-335-5804-8 
  • Gola, G., Negri, G. y Cappeletti, C. 1965. Tratado de Botánica. 2.ª edición. Editorial Labor S.A., Barcelona, 1110 p.
  • Strassburger, E. 1994. Tratado de Botánica. 8.ª edición. Omega, Barcelona, 1088 p.
  • Universidad Nacional del Noreste. Facultad de Ciencias Agrarias. Morfología de plantas vasculares. Tema 4: Flor, fórmula y diagrama floral. Consultado el 10 de abril de 2009.