FC Schalke 04

clube de futebol alemão

O Fußballclub Gelsenkirchen-Schalke 04 e. V., mais conhecido como FC Schalke 04 ou simplesmente Schalke 04, e abreviado como S04, é um clube de futebol profissional alemão com origem no distrito de Schalke, em Gelsenkirchen, Renânia do Norte-Vestfália. O "04" em seu nome deriva da formação do clube em 1904. Atualmente disputa a 2. Bundesliga, a segunda divisão do sistema de ligas da Alemanha, após um rebaixamento na Bundesliga em 2022–23.

Schalke 04
Nome Fußballclub Gelsenkirchen-Schalke 04 e. V.
Alcunhas S04
Die Königsblauen (Os Azuis Reais)
Die Knappen (Os Mineiros)
Mascote Erwin (Mineiro)
Principal rival Borussia Dortmund
Fundação 4 de maio de 1904; há 120 anos
Estádio Veltins-Arena
Capacidade 62 271 pessoas
Localização Gelsenkirchen, Renânia do Norte-Vestfália, Alemanha
Presidente Matthias Tillmann
Treinador(a) Karel Geraerts
Patrocinador(a) SUN Minimeal
Material (d)esportivo Adidas
Competição 2. Bundesliga
Copa da Alemanha
Website schalke04.de
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo

O Schalke já venceu sete campeonatos alemães, cinco edições da Copa da Alemanha, uma da Copa da Liga Alemã e uma da Supercopa da Alemanha. A nível continental, o clube venceu a Copa da UEFA em 1996–97.

História

editar

O clube foi fundado em 4 de maio de 1904 como Westfalia Schalke por um grupo de estudantes de ensino médio, que também eram aprendizes de minas, e tinham o intuito de jogar futebol.[1] O clube utilizava as cores vermelho e amarelo até 1924, quando alterou para as cores atuais.[2]

A oficialização do registro como um clube deu-se em 1909. No entanto, em 1912, associou-se ao clube Turnverein 1877 Schalke para participar de competições. A ligação existiu por 12 anos, quando houve a separação e o batismo como FC Schalke 04.[3]

O nascimento deu-se no bojo da expansão da exploração das minas por indústrias na cidade de Gelsenkirchen, localizada no Vale do Ruhr. O distrito de origem é o de Schalke - origem do nome definitivo do clube.[1]

A relação entre o clube e as minas é grande, tanto que um dos apelidos pelo qual a equipe é conhecida é Die Knappen, ou “os mineiros” – este termo, em alemão, significa aquele mineiro que terminou com êxito o aprendizado da profissão.

O clube, após divergências com a associação organizadora das competições alemães à época, ascendeu paulatinamente às divisões existentes, saindo dos campeonatos do distrito de Ruhr, avançando pelos certames do oeste do país e alcançando o cenário nacional – entre 1933 e 1942, atingiu nove finais de campeonato alemão.

Em 1934 veio o primeiro dos sete títulos alemães conquistados, todos antes da instituição da Bundesliga , que passou a cuidar da competição nacional, o que aconteceu em 1963.

 
Schalke 04 de 1937

Os títulos seguintes ocorreram nos anos de 1935, 1937, 1939, 1940, 1942 e 1958.[4] Como curiosidade, destaca-se a vitória conquistada em 1939. A conquista foi alcançada com a maior vantagem em uma decisão disputada no país: goleou o Admira Viena por 9 a 0.[5]

Com estes troféus, a equipe angariou o status de uma das mais populares do país, o qual mantém atualmente. Exemplo disso é o fato de que na temporada 2004/05 do Bundesliga, na qual foi o quarto colocado na classificação final, o clube obteve uma média de público de 61.387 espectadores e o estádio Veltins-Arena tem capacidade de 61.481.

Após a grande fase no fim na década de 1930, a equipe não conseguiu repetir o sucesso no período posterior ao encerramento da Segunda Guerra Mundial – o título de 1958 foi um momento isolado.

Criada a Bundesliga, a equipe foi incluída entre as 16 equipes do grupo de elite. Entretanto, o time lutou nos anos iniciais da liga contra o rebaixamento – aliás, somente não caiu para a divisão inferior na temporada 1964/65 porque o número de membros do primeiro grupo foi ampliado para 18.

Na temporada 1970/71, o clube foi um dos envolvidos em um escândalo de suborno no campeonato. Na temporada seguinte, em 1971/1972, o Schalke 04 terminou na segunda colocação e venceu a DFB Pokal pela segunda vez – a primeira fora em 1937.

Já na década de 1980, o Schalke 04 viveu um período muito ruim, foi rebaixado por três vezes num período de tempo extremamente curto e acumulou resultados ruins. A recuperação da equipe de Gelsenkirchen só foi ocorrer em 1990/91, a temporada a qual os Azuis Reais voltaram a Bundesliga e se mantiveram de forma ininterrupta até a temporada 2020/21 quando foram novamente rebaixados.

 
Esculturas do "Time do Século" do FC Schalke 04.

Na década de 1990, a princípio o Schalke 04 tentava a sua reafirmação dentre o cenário nacional, e nas suas primeiras temporadas não obteve grandes resultados a nível nacional, ficando na parte de baixo da tabela e até brigando contra o rebaixamento e ficando em posições no meio da tabela. Em meio a bagunça de troca de presidentes e gerentes, na temporada de 1995/96 o Schalke teve a sua temporada de ressurreição. A equipe comandada por Jörg Berger em grande temporada alcançou a terceira colocação na Bundesliga, que o deu direito de ser um dos participantes da Copa da UEFA na temporada que via a seguir.

Nela o clube ganhou seu principal título internacional, a Copa da UEFA de 1996/97.[6] Entretanto ela não começou tão bem, o técnico que comandou a equipe a bela campanha na temporada anterior foi demitido após doze jogos e foi substituído pelo holandês Huub Stevens que permaneceu na beira do campo comandando o clube de Gelsenkirchen até 2002. Huub guiou o Schalke ao inédito título com grandioso protagonismo de Marc Wilmots que havia chegado naquela temporada. O belga anotou cinco gols na competição, um deles na primeira partida diante da Inter. E também foi o escolhido para sacramentar a vitória por 4-1 nos pênaltis em pleno Giuseppe Meazza. Antes disso, o time eliminou: Roda JC, Trabzonspor, Brugge, Valencia e Tenerife.

A equipe acumulou, nas temporadas seguintes, dois vice-campeonatos alemães muito difíceis de serem digeridos nas temporadas 2000/01 e 2006/07. Em ambas liderou parte do campeonato, mas deixou o título escapar nas últimas rodadas, sendo superado, por Bayern de Munique e Stuttgart.[7] Na primeira citada, o clube tropeçou diante do Colônia na penúltima rodada e viu o Bayern vencer seu jogo no apagar das luzes. Na última rodada, o Schalke venceu o Unterhaching por 5-3 mas viu o Bayern empatar o jogo diante do HSV nos acréscimos e ficar com a salva de prata. No caso a torcida do Schalke se despedia do Parkstadion e já comemorava o título antes da hora, que foi castigada com o gol bávaro que deu o título ao clube de Munique por apenas um ponto.

 
S04 Ultras Gelsenkirchen.

Na segunda, o Schalke brigava com o Stuttgart, mas novamente na penúltima rodada o título escorreu pelos dedos Azuis Reais. Após perder por 2-0 para o maior rival, o Borussia Dortmund. O Schalke ficou dependente de uma combinação de resultados para ficar com a salva de prata que não ocorreu, na última partida os Azuis Reais venceram o seu confronto mas não contaram com o Stuttgart tropeçar e novamente ficaram com o vice-campeonato.

Entretanto, o Schalke ainda obteve sucesso nacional mesmo com as decepções, só que na DFB-Pokal. Nas temporadas de 2000/01 e 2001/02 o clube conseguiu o bicampeonato da copa nacional, onde bateu o Union Berlin e o Bayer Leverkusen nas duas finais, respectivamente. Totalizando quatro conquistas até então, perdendo apenas para o Bayern de Munique no quadro dos maiores vencedores da DFB Pokal.

 
Torcedores do S04 nas ruas de Gelsenkirchen em dia de jogo.

Depois da dobradinha o Schalke não teve grandiosas conquistas nas grandes competições mas passou a ter frequência maior nas competições europeias como a Liga Europa e Champions League e também fez boas campanhas na Bundesliga como os vice-campeonatos de 2004/05 e 2009/10.[8][9] Ainda conseguiu alguns títulos de nível de certa forma inferiores, entre 2003 e 2005 a equipe conquistou duas Copas Intertotos e uma DFB Ligapokal.

Após isso, os mineiros voltaram a conquistar uma taça importante a nível nacional apenas em 2010/11. Na Bundesliga a equipe de Gelsenkirchen não teve muito sucesso e passou quase todo o campeonato na parte de baixo da tabela brigando inclusive contra o rebaixamento. Mas o mesmo não ocorreu nas duas outras competições em que o time participou. A equipe comandada por Ralf Rangnick fez história ao passar por Valencia e Inter de Milão na Champions League e atingir a até então melhor campanha da história do time na competição,[10] o Schalke acabou sendo eliminado nas semifinais pelo Manchester United[11] mas mesmo sem o título, a campanha ainda é memorável para a torcida do time. A grande coroação veio no final da temporada em Berlim, com uma vitória acachapante por 5-0 sobre o Duisburg o Schalke 04 levou para Gelsenkirchen sua quinta DFB-Pokal.[12]

Com o título ganhou o direito de participar da Supercopa da Alemanha e no início da temporada 2011-12, após vencer nos pênaltis o Borussia Dortmund, os Azuis Reais se sagraram pela primeira vez campeões da Supercopa da Alemanha (DFL-Supercup).[13]

Na temporada 2020-2021,o clube foi rebaixado para a Bundesliga 2, com quatro rodadas de antecedência.

Porém na temporada seguinte disputando a Bundesliga 2. sagraram-se campeões na última rodada com uma vitória sobre o 1. FC Nürnberg.

Títulos

editar
CONTINENTAIS
Competição Títulos Temporadas
  Copa da UEFA 1 1996–97
  Copa Intertoto da UEFA 2 2003  e 2004 
NACIONAIS
Competição Títulos Temporadas
 
Campeonato Alemão 7 1934, 1935, 1937 , 1939, 1940, 1942 e 1958
 
Copa da Alemanha 5 1937, 1971–72, 2000–01, 2001–02 e 2010–11
 
Supercopa da Alemanha 1 2011
  Copa da Liga Alemã 1 2005 
  Campeonato Alemão - 2ª Divisão 3 1981–82, 1990–91 e 2021–22

  Campeão invicto

Estrutura

editar
Veltins-Arena
 
FC Schalke 04

Nomes
Nome Veltins-Arena
Antigos nomes Arena AufSchalke (2001-2005)
Características
Gramado Grama Natural (105x68)
Capacidade 62.271
54.740 (sentados)
Construção
Data 1998-2001
Custo 192 milhões
Inauguração
Data 13 de agosto de 2001
Proprietário Schalke 04
Arquiteto Hubert Petschnigg

A Veltins-Arena é um dos estádios mais modernos de todo a Europa. Com cerca de 62 mil lugares, e 53 mil para partidas internacionais (que necessitam de assentos em todos os setores do estádio) a casa do Schalke ainda conta com teto retrátil e relvado deslizante, que permite a realização de outros eventos não relacionados ao esporte, como shows e festivais, sem danificar o gramado.

A arena que inicialmente foi inaugurada em 2001 como Arena AufSchalke e teve seu nome alterado com o contrato de naming rights com a cervejaria Veltins, e em 2005 passou a chamar-se Veltins-Arena. Também é conhecida por seu duto de cerveja com o comprimento de 5 km que liga a cervejaria ao estádio.

Além do estádio, o clube possui um grandioso complexo esportivo. Na mesma região da arena do clube, estão os centros de treinamento utilizados pelos jogadores principais e também os centros de formação utilizados pelos jogadores de base do clube, todos com instalações para os atletas viverem dentro do clube.

Recordes

editar

Mais partidas

editar
# País Nome Período Jogos
1   Klaus Fichtel 1965–1980
1984–1988
556
2   Norbert Nigbur 1966–1976
1979–1983
455
3   Olaf Thon 1983–1988
1994–2002
384
4   Gerald Asamoah 1999–2010
2013
381
5   Rolf Rüssmann 1969–1973
1974–1980
375
6   Ingo Anderbrügge 1988–2000 355
7   Herbert Lütkebohmert 1968–1979 351
8   Klaus Fischer 1970–1981 349
9   Benedikt Höwedes 2007–2017 335
10   Andreas Möller 1988–2000 323

Maiores artilheiros

editar
# País Nome Período Gols
1   Klaus Fischer 1970–1981 226
2   Klaas-Jan Huntelaar 2010–2017 126
3   Ebbe Sand 1999–2006 104
4   Ingo Anderbrügge 1988–2000 88
5   Kevin Kurányi 2005–2010 87
6   Olaf Thon 1983–1988
1994–2002
75
7   Klaus Täuber 1983–1987 64
8   Gerald Asamoah 1999–2010
2013
64
9   Helmut Kremers 1971–1980 59
10   Rüdiger Abramczik 1973–1980
1987–1988
58

Jogadores notáveis

editar

Elenco atual

editar

Atualizado em 25 de fevereiro de 2024.


Goleiros
N.º Jogador
1   Ralf Fährmann
32   Marius Müller
34   Michael Langer
Defensores
N.º Jogador Pos.
3   Leo Greiml Z
22   Ibrahima Cissé Z
25   Timo Baumgartl Z
26   Tomáš Kalas Z
35   Marcin Kamiński Z
21   Brandon Soppy LD
27   Cédric Brunner LD
41   Henning Matriciani LD
2   Thomas Ouwejan LE
5   Derry-John Murkin LE
Meio-campistas
N.º Jogador Pos.
6   Ron Schallenberg V
7   Paul Seguin V
8   Danny Latza V
10   Lino Tempelmann V
18   Blendi Idrizi M
24   Dominick Drexler M
29   Tobias Mohr M
43   Assan Ouédraogo M
Atacantes
N.º Jogador
9   Simon Terodde
11   Bryan Lasme
17   Yusuf Kabadayi
19   Kenan Karaman
23   Darko Churlinov
42   Keke Topp
Comissão técnica
Nome Pos.
  Karel Geraerts T
  Matthias Kreutzer AS
  Mike Büskens AS
  Simon Henzler TG

Referências

  1. a b Redação. «Schalke presta homenagens às últimas minas de carvão da Alemanha - Futebol - Fera». esportefera. Consultado em 25 de janeiro de 2021 
  2. Moreira, Mateus (14 de maio de 2020). «Das minas ao topo: Conheça a história do FC Schalke 04, clube hepta campeão alemão». Mercado do Futebol. Consultado em 25 de janeiro de 2021 
  3. «Das minas ao topo: Conheça a história do FC Schalke 04, clube hepta campeão alemão». OneFootball. 2 de fevereiro de 2024. Consultado em 2 de fevereiro de 2024 
  4. Welle (www.dw.com), Deutsche. «1942: Schalke hexacampeão alemão | DW | 05.07.2020». DW.COM. Consultado em 25 de janeiro de 2021 
  5. «FC Schalke 04 - Admira Wien, 9:0, Deutsche Meisterschaft 1938/39 Finale». DFB Datencenter (em alemão). Consultado em 25 de janeiro de 2021 
  6. «Schalke 04: um estranho no ninho entre os gigantes da Liga? | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 25 de janeiro de 2021 
  7. «Times de que Gostamos: Stuttgart 2006-2007». www.ofutebologo.com.br. Consultado em 25 de janeiro de 2021 
  8. «Folha Online - Esporte - Campeão antecipado, Bayern goleia o Nuremberg pelo Alemão - 14/05/2005». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 25 de janeiro de 2021 
  9. «VÍDEO: Bayern sagra-se campeão da Bundesliga 2009/2010; veja todos os gols da 34ª rodada». ESPN. Consultado em 25 de janeiro de 2021 
  10. «Schalke humilha Inter em Milão, fica perto da semi e amplia pressão sobre Leonardo - 05/04/2011 - UOL Esporte - Futebol». www.uol.com.br. Consultado em 25 de janeiro de 2021 
  11. «Manchester United elimina Schalke 04 e é finalista da Liga dos Campeões da Europa». RFI. 5 de maio de 2011. Consultado em 25 de janeiro de 2021 
  12. Welle (www.dw.com), Deutsche. «Pela quinta vez, Schalke leva o título da Copa da Alemanha | DW | 22.05.2011». DW.COM. Consultado em 25 de janeiro de 2021 
  13. Alves, Marcelo. «Schalke 04 é campeão da Supercopa da Alemanha». Planeta que rola - O Globo. Consultado em 25 de janeiro de 2021 

Ligações externas

editar
 
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre FC Schalke 04