Abrir menu principal
Far Cry: New Dawn
Produtora(s) Ubisoft Montreal
Editora(s) Ubisoft
Diretor(es) Jean-Sébastien Decant
Escritor(es) James Nadiger
Artista(s) Issac Papismado
Motor Dunia Engine
Plataforma(s) Microsoft Windows
PlayStation 4
Xbox One
Série Far Cry
Lançamento 15 de fevereiro de 2019
Gênero(s) Ação-aventura
Tiro em primeira pessoa
Modos de jogo Um jogador
Multijogador
Far Cry 5
Página oficial

Far Cry: New Dawn é um jogo eletrônico de tiro em primeira pessoa de ação-aventura desenvolvido pela Ubisoft Montreal e publicado pela Ubisoft. Lançado mundialmente em 15 de fevereiro de 2019 para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One, é um spin-off da série Far Cry e a sequência dos eventos ocorridos em Far Cry 5 (2018).

JogabilidadeEditar

Similar aos seus antecessores, Far Cry: New Dawn é um jogo de tiro em primeira pessoa de ação-aventura se passa em um ambiente de mundo aberto na qual o jogador pode explorar livremente a pé ou através de vários veículos. O jogo se passa no fictício Condado de Hope, Montana e usa uma versão repaginada do mapa de Far Cry 5. A guerra nuclear retratada em Far Cry 5 reformulou a paisagem, de modo que novas áreas ficaram disponíveis para o jogador explorar, enquanto outras ficaram inacessíveis.

O jogador assume o papel de um novo personagem, cujo gênero e raça podem ser personalizados.[1] Os sistemas "Guns for Hire" e "Fangs for Hire" de Far Cry 5 retornam, com o personagem sendo capaz de recrutar sobreviventes humanos e animais para assistência de combate.[2] Além de novos personagens, o elenco do jogo inclui uma série de personagens que retornam de Far Cry 5. O personagem do jogador também pode encontrar vários especialistas que têm suas próprias missões pessoais, habilidades especiais e história e ajudam os jogadores a consertar suas armas. Novas armas são introduzidas no jogo, incluindo um "Lançador de Serras" que dispara as lâminas de serras circulares. Os jogadores adquirem novas armas e acessórios, que podem ser atualizados para três níveis diferentes através de missões. Veículos também podem ser criados.[3]

Os jogadores podem embarcar em caças ao tesouro e libertar diferentes acampamentos e postos avançados de inimigos. Uma vez liberados, eles se tornam viagem rápida – pontos que permitem aos jogadores navegarem rapidamente pelo mundo. Esses postos avançados podem ser ocupados e usados para fabricar combustível etanol ou invadidos por recursos que deixam o posto avançado aberto a "escalada", em que os Salteadores podem recuperar esses postos.[2] Isso permite que o jogador repita os postos avançados em configurações de dificuldade mais altas. O jogo também apresenta uma base doméstica expansível chamada Prosperity, que se expande lentamente e cresce em tamanho conforme os jogadores progridem. O jogo também apresenta um modo chamado "Expedições", que permite ao jogador viajar para outros locais nos Estados Unidos, como Louisiana, para procurar mais recursos e pacotes.[1] Como essas regiões estão fora do mapa principal e menores em tamanho, a equipe de desenvolvimento conseguiu criar ambientes mais complexos para o Expedições. As missões de Expedição podem ser completada com outros jogadores.[4]

EnredoEditar

A história é definida dezessete anos após o final de Far Cry 5. Após a bomba nuclear, "o colapso", ter devastado Hope County, os sobreviventes tentam reconstruir a comunidade. Seus esforços são ameaçados pelos Salteadores, bandidos organizados liderados pelas irmãs gêmeas Mickey e Lou (dubladas por Cara Ricketts e Leslie Miller).[4] O jogo também é esperado para revelar os destinos do personagem principal de Far Cry 5 e Joseph Seed, o protagonista e principal antagonista de Far Cry 5 respectivamente.[5]

DesenvolvimentoEditar

Far Cry: New Dawn foi desenvolvido pela Ubisoft Montreal em conjunto com a Ubisoft Kiev, Ubisoft Bucharest e Ubisoft Shanghai.[6] De acordo com o diretor de arte, Issac Papismado, a equipe queria criar um jogo pós-apocalíptico na série Far Cry por um longo tempo.[7] A equipe intencionalmente evitou um tom sombrio ao sentir que seria clichê e resolveu criar um mundo que parece vibrante. 17 anos depois de Far Cry 5, o mundo está passando por mudanças em que a natureza recupera o mundo e dá ao jogo uma paleta de cores vibrantes.[8] Para dar uma identidade visual aos Salteadores, a equipe convidou um grafiteiro para criar a arte e o grafite do jogo. Similar a Far Cry 3: Blood Dragon e Far Cry Primal, o jogo é uma produção menor quando comparada com os títulos principais da série, uma decisão refletida pelo menor preço de lançamento do jogo.[4]

Anunciado no The Game Awards 2018, o jogo foi lançado para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One em 15 de fevereiro de 2019.[9]

Referências

  1. a b Robinson, Martin (7 de Dezembro de 2018). «Far Cry New Dawn is a post-apocalyptic spin on the series». Eurogamer. Consultado em 7 de Dezembro de 2018 
  2. a b Krupa, Daniel (7 de Dezembro de 2018). «Far Cry New Dawn: Making The Apocalypse Great Again». IGN. Consultado em 7 de Dezembro de 2018 
  3. Pereira, Chris (6 de Dezembro de 2018). «Far Cry: New Dawn Fixes FC5's Greatest Flaw: The Dog Rides In Your Car». GameSpot. Consultado em 7 de Dezembro de 2018 
  4. a b c William, Mike (7 de Dezembro de 2018). «Far Cry New Dawn: A Deeper Look at the Surprise Follow-Up to Far Cry 5». USgamer. Consultado em 7 de Dezembro de 2018 
  5. Chalk, Andy (6 de Dezembro de 2018). «Far Cry: New Dawn trailer confirms post-apocalyptic leaks». PC Gamer. Consultado em 7 de Dezembro de 2018 
  6. Grubb, Jeff (6 de Dezembro de 2018). «Far Cry: New Dawn is the followup to Primal and Blood Dragon». VentureBeat. Consultado em 7 de Dezembro de 2018 
  7. Hornshaw, Phil (6 de Dezembro de 2018). «Far Cry: New Dawn Is The 'Beginning Of A New World' For The Franchise». GameSpot. Consultado em 7 de Dezembro de 2018 
  8. Shea, Brian (7 de Dezembro de 2018). «12 Things To Know About Far Cry New Dawn». Game Informer. Consultado em 7 de Dezembro de 2018 
  9. Goslin, Austen (6 de Dezembro de 2018). «Far Cry New Dawn is coming to PS4 and Xbox One in February of 2019». Polygon. Consultado em 7 de Dezembro de 2018 

Ligações externasEditar