Ferme Générale

A Ferme Générale (tradução literal, "fazenda geral") foi, no antigo regime francês, essencialmente uma terceirização customizada e uma operação fiscal indireta. Os agentes desse sistema coletavam impostos em nome do rei (somados as taxas bônus para si mesmos), em contratos renováveis de seis anos. Os maiores coletores de impostos desse sistema altamente impopular eram conhecidos como fermiers généraux (no singular fermier général), os quais seriam aproximadamente "agentes de impostos sobre fazendeiros" em português.[1]

Referências