Festival RTP da Canção 1986

Festival RTP da Canção 1986
Festival Eurovisão da Canção
Edição
XXIII
Datas
Final 22 de março de 1986
Produção
Local Portugal Estúdios da RTP, Lisboa, Portugal
Transmissão Portugal Televisão: RTP1
Actuações nos intervalos "Cavalo à solta", de Fernando Tordo e Ary dos Santos, interpretado pelos anteriores vencedores
Participantes
Número de participantes 12 intérpretes e 12 canções
Votação
Canção vencedora "Não sejas mau p'ra mim", Dora
Cronologia
         EuroPortugal.svg     Fleche-defaut-droite-gris-32.png  

O XXIII Festival RTP da Canção 1986 foi o vigésimo-terceiro Festival RTP da Canção e teve lugar no dia 22 de Março de 1986 nos Estúdios da RTP.

Os apresentadores foram Alice Cruz, Ana Zanatti, Eládio Clímaco, Fialho Gouveia, Henrique Mendes e Maria Helena.

FestivalEditar

Em 1986 a RTP experimentou um novo modelo que intitulou de Uma canção para a Noreuga. Cada um dos seguintes quatro centros de produção da RTP ficou incumbido de escolher três canções e gravá-las em estúdio, para depois serem todas apresentadas ao grande público, através da emissão assegurada, a 22 de Março, da sede na RTP, então na Avenida 5 de Outubro, em Lisboa.

A final, comparando com a do ano anterior, teve mais uma música (foram 12, no total), e as superfinais voltaram (no entanto, a de 1984 teve seis músicas, enquanto a de 1986 apenas o top 3).

Neste ano, o concurso não foi aberto a novos autores. As canções foram gravadas e preparadas nos quatro centros de produção do canal (Lisboa, Porto, Açores e Madeira), e foram eles que ficaram responsáveis por escolher os autores, compositores e intérpretes das mesmas. Assim, todos os intervenientes tiveram de ser convidados. Contou-se na imprensa que Lena d’Água e Rui Veloso recusaram o convite. Do Centro de Produção dos Açores foram enviadas as canções defendidas pelos Rimanço, Carlos Alberto Moniz e a sua banda e por Luís Gil Bettencourt. Do Centro de Produção da Madeira as canções selecionadas tiveram interpretação de Paulo Ferraz, Luís Filipe e de Sérgio Borges. Do Centro de Produção do Porto foram enviadas composições a que deram voz Né Ladeiras, Trabalhadores do Comércio e Gabriela Schaaf. O Centro de Produção de Lisboa apostou nas canções defendidas por Lara Li, Dora e .

A escolha da canção vencedora foi feita por um júri composto por 43 funcionários da RTP que numa primeira fase escolheu as seguintes três canções:"No vapor da madrugada" pelos Rimanço, "Os tigres de bengala" pelos Trabalhadores do Comércio e "Não sejas mau p'ra mim" por Dora.

Numa segunda votação este júri escolheu a canção "Não sejas mau p'ra mim por Dora, como a vencedora do certame.

Esta emissão relembrou os Festivais da Canção até então e o tema "Cavalo à solta" foi interpretado pela maioria dos vencedores das edições anteriores. Na condução deste festival estiveram seis apresentadores: Alice Cruz, Ana Zanatti, Eládio Clímaco, Fialho Gouveia, Henrique Mendes e Maria Helena.

FinalEditar

Final - 22 de março de 1986
# Artista Canção Letra (l) / Música (m)
Rimanço "No vapor da madrugada" Luís Alberto Bettencourt (m & l)
Carlos Alberto Moniz "Canção para José da lata" Carlos Alberto Moniz (m), Álamo de Oliveira (l)
Luís Gil Bettencourt "Cais de encontro" Luís Gil Bettencourt (m), António Melo Sousa (l)
Luís Filipe "Tango da meia-noite" Nuno Rodrigues e Luís Filipe (m & l)
Paulo Ferraz "Uma ilha, um amor" Paulo Ferraz (m), Maria Aurora (l)
Sérgio Borges "Quebrar a distância" Paulo Ferraz (m), Sérgio Borges (l)
Né Ladeiras "Dessas juras que se fazem" Rui Veloso (m), Carlos Tê (l)
Trabalhadores do Comércio "Os tigres de Bengala" Sérgio Castro (m & l)
Gabriela Schaaf "Cinza e mel" Victor Gomes (m), José Soares Martins (l)
10º Lara Li "Rapidamente" João Gil (m), Luís Represas (l)
11º Dora "Não sejas mau para mim" Guilherme Inês, Zé da Ponte e Luís Oliveira (m & l)
12º Fátima Padinha "Uma balada de amor" Paulo de Carvalho (m), Helena Isabel (l)

Super finalEditar

Super-final - 22 de março de 1986
# Artista Canção Letra (l) / Música (m)
Rimanço "No vapor da madrugada" Luís Alberto Bettencourt (m & l)
Trabalhadores do Comércio "Os tigres de Bengala" Sérgio Castro (m & l)
Dora "Não sejas mau para mim" Guilherme Inês, Zé da Ponte e Luís Oliveira (m & l)

Referências

Ligações externasEditar