Fog Over Frisco

filme de 1934 dirigido por William Dieterle

Fog Over Frisco (bra: Névoa de Mistério)[3] é um filme pre-Code estadunidense de 1934, dos gêneros drama e mistério, dirigido por William Dieterle, estrelado por Bette Davis, Donald Woods, Margaret Lindsay e Lyle Talbot. O roteiro de Robert N. Lee e Eugene Solow foi baseado no conto "The Five Fragments" (1932), de George Dyer.[1]

Fog Over Frisco
Fog Over Frisco
Cartaz promocional do filme.
No Brasil Névoa de Mistério
 Estados Unidos
1934 •  p&b •  68 min 
Gênero drama
mistério
Direção William Dieterle
Produção Henry Blanke (não-creditado)
Robert Lord (não-creditado)
Roteiro Robert N. Lee
Eugene Solow
Baseado em The Five Fragments
conto de 1932
de George Dyer
Elenco Bette Davis
Donald Woods
Margaret Lindsay
Lyle Talbot
Música Leo F. Forbstein
Cinematografia Tony Gaudio
Companhia(s) produtora(s) First National Pictures
Distribuição Warner Bros.
Lançamento
  • 2 de junho de 1934 (1934-06-02) (Estados Unidos)[1]
Idioma inglês
Orçamento US$ 146.000[2]
Receita US$ 389.000[2]

Sinopse editar

Arlene Bradford (Bette Davis) é uma mulher mimada, entediada e rica que financia seu estilo de vida extravagante explorando o acesso de seu noivo, Spencer Carlton (Lyle Talbot), à corretora de seu padrasto, utilizando a conexão a fim de roubar títulos públicos para o chefe do crime Jake Bello (Irving Pichel).

Quando Arlene desaparece, sua meia-irmã Val (Margaret Lindsay) intervém para descobrir o que aconteceu com ela com a ajuda do repórter Tony Sterling (Donald Woods) e do fotojornalista Izzy Wright (Hugh Herbert).

Elenco editar

  • Bette Davis como Arlene Bradford
  • Donald Woods como Tony Sterling
  • Margaret Lindsay como Val Bradford
  • Hugh Herbert como Izzy Wright
  • Lyle Talbot como Spencer Carlton
  • Irving Pichel como Jake Bello
  • Alan Hale como Chefe O'Malley
  • William Demarest como Spike Smith
  • Arthur Byron como Everett Bradford
  • George Chandler como Taxista

Produção editar

Bette Davis, ansiosa para retratar a garçonete Mildred em "Escravos do Desejo", filme da RKO Pictures, aceitou o papel relativamente pequeno de Arlene na esperança de que sua cooperação convencesse Jack L. Warner a emprestá-la ao estúdio rival para o início da produção. Sua estratégia funcionou, e quando Warner recebeu a notícia que seu desempenho no filme estava sendo aclamado, ele a colocou no topo dos créditos de "Frisco".[4]

Parte da produção foi filmada em São Francisco. Foi refeito como "Spy Ship" em 1942.

Foi lançado em DVD em julho de 2010.

Recepção editar

Em sua crítica para o The New York Times, Mordaunt Hall escreveu: "O que lhe falta em credibilidade, compensa em parte pelo seu ritmo ofegante e abundância de ação. À medida que a história de assassinato e roubo passa na tela, mal dá tempo ao espectador para pensar quem pode ser o líder do bando de desesperados".[5]

A revista Time afirmou: "Apressado ao ponto da confissão, Fog Over Frisco não é o melhor dos filmes do diretor William Dieterle".[6]

O historiador de cinema William K. Everson o chamou de "o filme mais rápido já feito".[7]

Bilheteria editar

"Fog Over Frisco" foi bem nas bilheterias e agradou o público em geral. O filme arrecadou US$ 260.000 nacionalmente e US$ 129.000 no exterior, totalizando US$ 389.000 mundialmente.[2]

Referências

  1. a b «The First 100 Years 1893–1993: Fog Over Frisco (1934)». American Film Institute Catalog. Consultado em 27 de julho de 2022 
  2. a b c Sedgwick, John (1 de novembro de 2000). Popular Filmgoing in 1930s Britain: A Choice of Pleasures. Inglaterra: University of Exeter Press. p. 206. ISBN 978-0859896603 
  3. «Névoa de Mistério». Brasil: CinePlayers. Consultado em 27 de julho de 2022 
  4. The Girl Who Walked Home Alone: Bette Davis, a Personal Biography by Charlotte Chandler, Simon and Schuster (2006), pp. 98-99 ISBN 0-7432-8905-6
  5. Hall, Mordaunt (7 de junho de 1934). «THE SCREEN; Margaret Lindsay, Donald Woods, Bette Davis and Others in the Strand's New Picture.». The New York Times. Consultado em 27 de julho de 2022 
  6. «Cinema: The New Pictures: Jun. 18, 1934». Time. 18 de junho de 1934. Consultado em 27 de julho de 2022 
  7. Lodge, Jack; Taylor, John Russell; Kermode, Mark (1992). 1930-1990 Hollywood: Sixty Great Years. Londres: PRION, an imprint of Multimedia Books Limited. p. 27. ISBN 1-85375-074-3