Abrir menu principal
Francisca de Rímini
Nascimento 1259
Ravena
Morte 1285 (26 anos)
Gradara
Ocupação poetisa, escritora
Coa fam ITA Da Polenta.jpg
"Paolo e Francesca" de Gustave Doré

Francesca da Rimini (Francisca da Polenta) (Ravena, 1255 – Gradara, 1285) foi uma nobre medieval italiana, filha de Guido da Polenta, governante de Ravena, fonte de inspiração de Dante Alighieri, que a retratou na Divina Comédia.

Índice

VidaEditar

Francesca da Rimini provavelmente nasceu na cidade de Ravena, sendo conhecida pela sua beleza. Seu pai, Guido da Polenta era o governante da cidade e estava em guerra com a família Malatesta, de Rimini. Quando as famílias negociaram um acordo de paz, por conveniência, Guido concedeu Francesca em casamento para Giovanni Malatesta (Gianciotto), o filho mais velho de Malatesta da Verucchio, lorde de Rimini. Giovanni era um homem culto, porém de péssima aparência e tinha o corpo deformado. Guido sabia que Francesca não concordaria com o casamento de modo que ele foi realizado por procuração através do irmão mais novo, Paolo Malatesta, que era jovem e bonito. Francesca e Paolo não demoraram a se apaixonar.

De acordo com Dante, Francesca e Paolo foram seduzidos pela leitura da história de Lancelote e Ginevra, e se tornaram amantes. Posteriormente foram surpreendidos e assassinados por Giovanni. Dante utilizou o romance de Lancelot, a fim de caber no âmbito do regime de amor poesia lírica, que emula Francesca no Canto V do Inferno.

O nome "Francesca" se tornou popular entre os aristocratas.

 
Jean Auguste Dominique Ingres, Gianciotto descobre Paolo e Francesca (1819).
 
Gustave Doré, ilustração da Divina Comédia (1857)

Francisca de Rímini na arteEditar

PoetasEditar

Teatro e óperaEditar

MúsicaEditar

ArteEditar

ReferênciasEditar

  • Singleton, Charles S. (1970). The Divine Comedy, Inferno/Commentary. [S.l.]: Princeton University Press. ISBN 0-691-01895-2 
  • Hollander, Robert and Jean (2000). The Inferno. [S.l.]: Anchor Books. ISBN 0-385-49698-2 

Ligações externasEditar