Francisco Gonzaga (1538-1566)

Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas de mesmo nome, veja Francisco Gonzaga.
Francisco Gonzaga
Cardeal da Igreja Católica
Bispo de Mântua
Atividade eclesiástica
Diocese Diocese de Mântua
Nomeação 15 de maio de 1565
Predecessor Dom Federico Cardeal Gonzaga
Sucessor Dom Gregorio Boldrini
Mandato 1565 - 1566
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 1 de março de 1564
Nomeação episcopal 1 de março de 1564
Nomeado arcebispo 1 de março de 1564
Cardinalato
Criação 26 de fevereiro de 1561
por Papa Pio IV
Ordem Cardeal-diácono (1561-1564)
Cardeal-presbítero (1564-1566)
Título São Nicolau no Cárcere (1561-1562)
São Lourenço em Lucina (1562-1566)
Brasão
Coat of arms of the House of Gonzaga-Guastalla.svg
Dados pessoais
Nascimento Palermo
6 de dezembro de 1538
Morte Roma
6 de janeiro de 1566 (27 anos)
Nacionalidade italiano
Progenitores Mãe: Isabel de Cápua
Pai: Ferrante Gonzaga
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Francisco Gonzaga (em italiano: Francesco Gonzaga; 6 de dezembro de 15386 de janeiro de 1566 (27 anos)) foi um nobre italiano que foi duque de Ariano, cardeal e bispo da Igreja Católica.

BiografiaEditar

Francisco Gonzaga nasceu em Palermo em 6 de dezembro de 1538, filho de Ferrante Gonzaga (membro da Casa de Gonzaga) e Isabel de Cápua.[1] Seu pai era, na época, vice-rei de Palermo e ele próprio era sobrinho de Ercole Gonzaga e irmão do cardeal Giovanni Vincenzo Gonzaga.[1]

Quando Ferrante morreu em 1557, Ercole Gonzaga tornou-se guardião e o jovem humanista mantuano e futuro jesuíta Antonio Possevino tornou-se tutor dos irmãos. Francisco estudou direito e, em 1538, foi feito arcipreste de Guastalla. Em 26 de fevereiro de 1560, tornou-se protonotário apostólico.[1]

Finalmente, em 26 de fevereiro de 1561, o papa Pio IV criou-o cardeal-diácono no consistório daquele ano e ele recebeu seu galero e a diaconia de São Nicolau no Cárcere em 10 de março do mesmo ano. Pio IV nomeou-o também legado papal na Província de Campânia e Marítima.[1]

Em 2 de março do ano seguinte, Francisco foi eleito arcebispo de Consenza e recebeu uma dispensa especial por não ter atingido ainda a idade canônica para assumir sua nova . Em 16 de julho, optou por San Lorenzo in Lucina, uma igreja titular declarada diaconia pro illa vice. Foi feito cardeal-presbítero em 1 de março de 1564 e San Lorenzo voltou ao status de igreja titular na mesma data. Renunciou à arquidiocese em algum momento antes de 12 de janeiro em 1565. Em 5 de maio de 1565, foi eleito bispo de Mântua, novamente contando com a dispensa por causa de sua idade.[1]

Francisco participou do conclave de 1565-1566 que elegeu o papa Pio V e morreu durante as sessões em 6 de janeiro de 1566. Foi sepultado em San Lorenzo in Lucina.[1]

Referências

  1. a b c d e f «Francisco Gonzaga» (em inglês). Biographical Dictionary of the Cardinals of the Holy Roman Church 

BibliografiaEditar

  • Losito, Maria (2005). La Casina Pio IV in Vaticano (em inglês). Vatican City: Pontificia Accademia delle Scienze