Gallinula chloropus

Gallinula chloropus (Linnaeus, 1758), conhecida pelos nomes comuns de galinha-d'água,[1] frango-d'água[2] ou rabiscoelha,[3] é uma ave da família Rallidae, ordem Gruiformes.[4]

Como ler uma infocaixa de taxonomiaGallinula chloropus
galinha-d'água
Gallinula chloropus.
Gallinula chloropus.

Estado de conservação
Espécie pouco preocupante
Pouco preocupante
Classificação científica
Domínio: Eukariota
Reino: Animalia
Sub-reino: Metazoa
Filo: Chordata
Subfilo: Vertebrata
Infrafilo: Gnathostomata
Superclasse: Tetrapoda
Classe: Aves
Ordem: Gruiformes
Família: Rallidae
Género: Gallinula
Espécie: G. chloropus
Nome binomial
Gallinula chloropus
(Linnaeus, 1758)
Distribuição geográfica
Amarelo: Área de reprodução no verão (visitante); Verde: Área de reprodução (residente); Azul: Não-reprodutiva no inverno (visitante)
Amarelo: Área de reprodução no verão (visitante); Verde: Área de reprodução (residente); Azul: Não-reprodutiva no inverno (visitante)
Gallinula chloropus - MHNT

CaracterizaçãoEditar

A galinha-d'água mede aproximadamente 37 centímetros de comprimento. Apresenta um escudo facial vermelho, faixas brancas nos flancos, plumagem negra e patas amarelas. Os imaturos são castanho-escuros com abdome mais claro, sem o escudo facial vermelho.

Alimenta-se de uma grande variedade de material vegetal, além de pequenos animais aquáticos. Tem como habitat os lagos, lagoas, canais, pântanos e também lagunas salobras.[5] Trata-se duma ave migratória, deslocando-se para Norte, durante o inverno austral.[6]

O ninho é uma cesta coberta construída no chão em vegetação densa. A fêmea deposita entre 8 e 12 ovos. Pode haver uma segunda ninhada no ano, composta entre 5 e 8 ovos. A incubação dura aproximadamente três semanas e é realizada por ambos pais.

DistribuiçãoEditar

Amplamente distribuída no mundo, existe aproximadamente 12 subespécies, além de dois representantes do Plioceno Superior da América do Norte:

  • G. c. pauxilla (Bangs, 1915): das planícies do leste do Panamá ao nordeste do Peru.
  • G. c. guami (Hartert, 1917): endêmica do nordeste das Ilhas Marianas.
  • G. c. barbadensis (Bond, 1954): endêmica de Barbados.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Infopédia. «galinha-d'água | Definição ou significado de galinha-d'água no Dicionário Infopédia da Língua Portuguesa». Infopédia - Dicionários Porto Editora. Consultado em 27 de março de 2021 
  2. Infopédia. «frango-d'água | Definição ou significado de frango-d'água no Dicionário Infopédia da Língua Portuguesa». Infopédia - Dicionários Porto Editora. Consultado em 27 de março de 2021 
  3. Infopédia. «rabiscoelha | Definição ou significado de rabiscoelha no Dicionário Infopédia da Língua Portuguesa». Infopédia - Dicionários Porto Editora. Consultado em 27 de março de 2021 
  4. «Página de Espécie • Naturdata - Biodiversidade em Portugal». Naturdata - Biodiversidade em Portugal. Consultado em 27 de março de 2021 
  5. Bezzel, Einhard (1996). BLV Handbuch Vögel. München: Verlagsgesellschaft. ISBN 3-405-14736-0 
  6. «Artenliste der Vögel Deutschlands» (pdf). DO-G. Consultado em 2 de janeiro de 2020 
  7. «Rails, Crakes & Coots». IOC World Bird List (em inglês). Consultado em 14 de Setembro de 2011 

Ligações externasEditar