Gassânidas

Os Gassânidas (em árabe: الغساسنة; romaniz.: al-Ghasāsinah), também conhecidos como Banu Gaçane (Banū Ghassān, lit. "Filhos de Gaçane"), eram um grupo de tribos cristãs do sul da Arábia, que migraram no início do século III a.C. da região do atual Iêmem para Haurã, no sul da Síria, onde se misturaram com colonos romanos helenizados e comunidades de cristãos antigos falantes do grego. O termo Gaçane refere-se ao nome do seu antigo reino, no Levante, que desapareceu no em meados do século VII, durante a conquista muçulmana da Síria.

LegadoEditar

Alguns autores muçulmanos, dentre eles Almaçudi, alegaram que o imperador Nicéforo I, o Logóteta (r. 802–811) era membro dos jafenidas e descendente de Gabalas VI (r. 628–636), último rei dos gassânidas.[1] ibne Saíde Almagribi alegou que o rei dos catalães (etnônimo utilizado pelos árabes para descrever os cristãos do norte da Península Ibérica) descendia de Gabalas, enquanto Alumari alega que os catalães eram fruto de uma mistura entre francos e os árabes descendentes dele.[2] Sabe-se também que os residentes de Carsiano viam-se como descendentes dos gassânidas de Gabalas.[3]

Referências

  1. El-Cheikh 2004, p. 95.
  2. König 2015, p. 205-206.
  3. Cooper 2012, p. 42.

BibliografiaEditar

  • Cooper, Eric; Decker, Michael J. (2012). Life and Society in Byzantine Cappadocia. Londres: Palgrave Macmillan 
  • El-Cheikh, Nadia Maria (2004). Byzantium Viewed by the Arabs. Cambridge, Massachusetts; Londres, Inglaterra: Harvard CMES 
  • König, Daniel G. (2015). Arabic-Islamic Views of the Latin West: Tracing the Emergence of Medieval Europe. Oxônia: Imprensa da Universidade de Oxônia 
  Este artigo sobre história ou um(a) historiador(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.