Abrir menu principal
Gemini IX-A
Ge09Patch orig.png
Informações da missão
Operadora NASA
Foguete Titan II GLV 62-12564
Espaçonave Gemini SC9
Astronautas Thomas Stafford
Eugene Cernan
Base de lançamento Complexo 19,
Estação da Força Aérea
de Cabo Kennedy
Lançamento 3 de junho de 1966
13h39min33s UTC
Cabo Kennedy, Flórida,
 Estados Unidos
Amerrissagem 6 de junho de 1966
14h00min23s UTC
Oceano Atlântico
Órbitas 47
Duração 3 dias, 20 minutos,
50 segundos
Altitude orbital 274 quilômetros
Inclinação orbital 28,8 graus
Imagem da tripulação
Stafford e Cernan
Stafford e Cernan
Navegação
Gemini VIII
Gemini X

Gemini IX-A foi o sétimo voo tripulado do Projeto Gemini, realizado entre os dias 3 de junho e 6 de junho de 1966. Seu objetivo principal era realizar encontros em órbita com o Veículo Alvo Agena, lançado com o propósito de servir de alvo de acoplamento, e de realizar atividades extra-veiculares feitas pelo astronauta Eugene Cernan, testando um protótipo de unidade espacial de manobra.

Esta foi a primeira missão espacial em que a tripulação foi composta de astronautas escalados como reservas, já que os tripulantes titulares, Elliot See e Charles Bassett, morreram num acidente de avião três meses antes da data estipulada para o voo espacial.

Índice

TripulaçãoEditar

OriginalEditar

Posição Astronauta
Piloto Comandante Elliot M. See Jr.
Piloto Charles A. Bassett II
Mortos em um acidente aéreo quatro meses antes

PrincipalEditar

Posição Astronauta
Piloto Comandante Thomas P. Stafford
Piloto Eugene A. Cernan
Originalmente a tripulação reserva

ReservaEditar

Posição Astronauta
Piloto Comandante James A. Lovell Jr.
Piloto Edwin E. "Buzz" Aldrin Jr.

MissãoEditar

A missão, programada para fazer um encontro em órbita com o Veículo Alvo Agena como a anterior, teve duas tentativas de lançamento - por isso em várias referências a ela usa a letra A na sigla além do número da missão, também contou com uma caminhada espacial do astronauta Cernan mal sucedida, em que deveria se acoplar com uma unidade de movimentação no espaço, precursora da Unidade Portátil de Manobra a ser utilizada nos anos 80, causada por condensação de ar dentro da viseira especial, que impossibilitou o astronauta de ver, sendo a NASA obrigada, depois do ocorrido, a realizar mudanças nos trajes desenvolvidos para atividades extraveiculares.

Ligações externasEditar