Geopark Arouca

O Geopark Arouca é um geoparque localizado na área administrativa do concelho de Arouca, distrito de Aveiro, em Portugal. Integra a Serra da Freita e os Passadiços do Paiva[1].

Geossítio - Panorâmica do Detrelo da Malhada

Originado em 2005 e formalmente criado em 2007[2], integra a Rede Mundial de Geoparques desde 2009. O seu coordenador científico é Artur Agostinho de Abreu e Sá, desde a sua criação.

Foram inventariados 41 locais de interesse geológico, demonstrando a elevada riqueza geodiversidade da área.

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Geopark Arouca

GeossítiosEditar

Do conjunto de 41 geossítios identificados, destacam-se quatro de importância internacional[3], nomeadamente a Frecha da Mizarela (maior queda de água de Portugal), a coleção de fósseis do Centro de Interpretação Geológica de Canelas (com as maiores trilobites do mundo) e o Campo de Dobras da Castanheira.

  1. Panorâmica do Detrelo da Malhada 40° 53′ 08″ N, 8° 15′ 18″ O;
  2. Côto do Boi 40° 53′ 03″ N, 8° 13′ 59″ O;
  3. São Pedro Velho 40° 52′ 31″ N, 8° 16′ 51″ O;
  4. Marmitas de Gigante do Caima 40° 51′ 48″ N, 8° 16′ 56″ O;
  5. Contacto Litológico da Mizarela 40° 52′ 00″ N, 8° 17′ 11″ O;
  6. Frecha da Mizarela 40° 51′ 47″ N, 8° 16′ 58″ O;
  7. Pedras Parideiras 40° 51′ 01″ N, 8° 17′ 00″ O;
  8. Campo de Dobras da Castanheira 40° 50′ 51″ N, 8° 16′ 17″ O;
  9. Filão de Quartzo de Cabaços 40° 51′ 26″ N, 8° 16′ 51″ O;
  10. Panorâmica da Costa da Castanheira 40° 50′ 42″ N, 8° 16′ 47″ O;
  11. Pedras Boroas do Junqueiro 40° 52′ 03″ N, 8° 15′ 41″ O;
  12. Pias do Serlei 40° 51′ 21″ N, 8° 15′ 42″ O;
  13. Quartzodiorito de Espinho (Pedras Cebola) 40° 53′ 42″ N, 8° 14′ 58″ O;
  14. Bolas quartzodioríticas dos Viveiros da Granja (Pedras Cebola) 40° 53′ 31″ N, 8° 15′ 29″ O;
  15. Minas da Pena Amarela 40° 53′ 28″ N, 8° 12′ 12″ O;
  16. Minas de Rio de Frades 40° 52′ 31″ N, 8° 11′ 19″ O;
  17. Icnofósseis de Mourinha 40° 55′ 10″ N, 8° 09′ 23″ O;
  18. Livraria do Paiva 40° 55′ 11″ N, 8° 09′ 22″ O;
  19. Conheiros de Janarde 40° 55′ 32″ N, 8° 09′ 13″ O;
  20. Meandros do Paiva 40° 55′ 38″ N, 8° 08′ 57″ O;
  21. Icnofósseis de Meitriz 40° 55′ 28″ N, 8° 07′ 13″ O;
  22. Minas de Regoufe 40° 52′ 43″ N, 8° 08′ 07″ O;
  23. Portal do Inferno e Garra 40° 52′ 24″ N, 8° 06′ 34″ O;
  24. Panorâmica da Senhora da Mó 40° 56′ 00″ N, 8° 13′ 29″ O;
  25. Coleção de fósseis do Centro de Interpretação Geológica de Canelas 40° 57′ 45″ N, 8° 12′ 56″ O;
  26. Glaciação Ordovícica 40° 57′ 51″ N, 8° 13′ 23″ O;
  27. Afloramento do Silúrico Inferior 40° 57′ 53″ N, 8° 13′ 27″ O;
  28. Conglomerado do Carbónico 40° 57′ 57″ N, 8° 13′ 36″ O;
  29. Gralheira d'Água 40° 58′ 06″ N, 8° 13′ 16″ O;
  30. Vau 40° 58′ 36″ N, 8° 11′ 22″ O;
  31. Gola do Salto 40° 58′ 59″ N, 8° 11′ 36″ O;
  32. Falha da Espiunca 40° 59′ 37″ N, 8° 12′ 41″ O;
  33. Icnofósseis de Vila Cova 40° 58′ 23″ N, 8° 14′ 46″ O;
  34. Icnofósseis de Vilarinho 40° 57′ 19″ N, 8° 12′ 26″ O;
  35. Cascata das Aguieiras 40° 57′ 55″ N, 8° 10′ 22″ O;
  36. Garganta do Paiva 40° 57′ 28″ N, 8° 10′ 27″ O;
  37. Icnofósseis de Cabanas Longas 40° 56′ 33″ N, 8° 10′ 24″ O;
  38. Mira Paiva 40° 56′ 14″ N, 8° 10′ 21″ O;
  39. Pedra Posta 41° 00′ 27″ N, 8° 06′ 09″ O;
  40. Pedra Má 40° 55′ 54″ N, 8° 19′ 33″ O;
  41. Panorâmica de Sobreiros 41° 00′ 10″ N, 8° 23′ 28″ O.

Fauna e floraEditar

Cerca de 47% da área do território do Geopark Arouca é protegida pela Rede Natura 2000, nomeadamente três Sítios de Interesse Comunitário: Sítio Serra da Freita e Arada, Sítio Rio Paiva e Sítio Serra de Montemuro.

No Geopark Arouca pode ser observado o Anarrhinum longipedicellatum, comumente conhecido como maceróvia-pendunculada. ESta flor é um endemismo lusitano limitado às bacias hidrográficas do Vouga e do Paiva.

Referências

Ligações externasEditar