Abrir menu principal
Geraldo Domingues
Nascimento 1285
Morte 5 de março de 1321 (36 anos)
Cidadania Portugal
Ocupação padre católico

Geraldo Domingues (1285? — Estremoz, 1321) foi um prelado português.

BiografiaEditar

Era filho sacrílego de Estêvão Domingues, Reitor da Igreja de Penude, em Lamego, e descendentes de Jogundo de Medelo.

Foi 13.º Bispo do Porto (1300-1308), ??.º Bispo de Palência (1308-1313/1314) e 12.º Bispo de Évora (1313/1314-1321).

Instituiu, na pessoa do sobrinho, Vasco Martins de Alvelos (futuro Bispo do Porto e Bispo de Lisboa), em 28 de Abril de 1317, o Morgado de Moledo em Almacave, Lamego, com sua Capela de Santa Catarina na Sé de Lamego, com cabeça na sua Quintã de Medelo e vinculando-lhe várias propriedades distribuídas por quase todo o país. Estipulou que a Vasco Martins devia suceder seu outro sobrinho, Egas, filho de seu irmão Vicente Domingues. D. Dinis I de Portugal doou a D. Geraldo, bispo do Porto, Medelo e suas herdades e reguengos, no termo de Lamego (3, 53v), além de muitas outras doações que lhe fez.

Foi assassinado no castelo de Estremoz, durante as desordens civis do final do reinado de D. Dinis, por apregoar a concórdia entre o monarca e o seu bastardo, D. Afonso Sanches, e o príncipe herdeiro D. Afonso.

FontesEditar

Precedido por
Sancho Pires
 
Bispo do Porto

1300 - 1308
Sucedido por
Fradulo
Precedido por
Rodrigo Pires
 
Bispo de Évora

1313 - 1321
Sucedido por
Gonçalo Pereira
  Este artigo sobre História de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.