Gherardo Gambelli (Viareggio, 23 de junho de 1969) é um padre italiano da Igreja Católica, atual pároco de Madonna della Tosse de Florença e eleito arcebispo de Florença.

Gherardo Gambelli
Monsenhor, arcebispo eleito
Arcebispo de Florença
Info/Prelado da Igreja Católica
Gambelli entrevistado na Padre Pio TV em 2024
Hierarquia
Papa Francisco
Atividade eclesiástica
Diocese Arquidiocese de Florença
Serviço pastoral Pároco de Madonna della Tosse de Florença
Predecessor Giuseppe Cardeal Betori
Mandato 2023 -
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 2 de junho de 1996
Florença
por Silvano Cardeal Piovanelli
Ordenação episcopal 24 de junho de 2024
Catedral de Santa Maria del Fiore de Florença
por Giuseppe Cardeal Betori
Lema episcopal Omnia cooperantur in bonum
Nomeado arcebispo 18 de abril de 2024
Brasão arquiepiscopal
Dados pessoais
Nascimento Viareggio
23 de junho de 1969 (54 anos)
Nacionalidade italiano
dados em catholic-hierarchy.org
Categoria:Igreja Católica
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Biografia

editar

Nasceu em Viareggio, província e arquidiocese de Lucca, em 23 de junho de 1969. É natural de Castelfiorentino, província e arquidiocese de Florença.[1]

Treinamento sacerdotal e ministério

editar

Concluiu os estudos de preparação ao sacerdócio no Seminário Maior Arquiepiscopal de Florença. Em 2 de junho de 1996 recebeu a ordenação presbiteral do cardeal Silvano Piovanelli, sendo incardinado na arquidiocese de Florença.[1]

Após a ordenação, ocupou o cargo de vigário paroquial da igreja de Santo Stefano in Pane, no bairro florentino de Rifredi, até 2007. Em seguida, continuou seus estudos, obtendo em 2000 a licença em teologia bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana e seu doutorado na Faculdade Teológica da Itália Central, em 2007. De 2000 a 2006 foi administrador paroquial de Sant'Andrea em Cercina, enquanto de 2007 a 2011 foi pároco e sólido moderador da Immacolata e San Martino em Montughi.[1]

Em 2011 foi enviado como missionário fidei donum ao Chade, onde já esteve de 2001 a 2006 como professor convidado no Seminário Maior de N'Djamena.[2] Ocupou primeiro o cargo de pároco da paróquia de Santa Giuseppina Bakhita em N'Djamena; na arquidiocese do mesmo nome foi responsável pela pastoral vocacional, novamente professor no seminário nacional, capelão da prisão de N'Djamena e membro do colégio de consultores. Em 2018 passou para o Vicariato Apostólico de Mongo, onde desempenhou as funções de pároco da catedral de Mongo, chefe da pastoral juvenil e capelão penitenciário;[1] de 2019 a 2022 foi também vigário-geral do Vicariato Apostólico.[3]

Tendo regressado à Itália em 2023, foi nomeado pároco da igreja de Madonna della Tosse em Florença [4] e capelão da prisão de Sollicciano.

Ministério episcopal

editar

Em 18 de abril de 2024, o Papa Francisco nomeou-o arcebispo metropolitano de Florença, sucedendo ao Cardeal Giuseppe Betori, que renunciou após atingir o limite de idade.[1] Receberá a ordenação episcopal em 24 de junho seguinte e tomará posse da arquidiocese.[5][6] do seu antecessor Cardeal Giuseppe Betori, sendo coadjuvado pelo cardeal Gualtiero Bassetti, arcebispo emérito de Perugia-Città della Pieve, pelo bispo de Pitigliano-Sovana-Orbetello, Giovanni Roncari, O.F.M.Cap., pelo Vigário Apostólico da Anatólia, Paolo Bizzeti, S.J. e pelo bispo de Pala, Dominique Tinoudji

Referências

Ligações externas

editar

Precedido por
Giuseppe Betori
 
Arcebispo de Florença

2024
Sucedido por
incumbente