Gigantismo abissal

Condição genética e ambiental

O gigantismo abissal é o processo evolutivo em que as criaturas marinhas que habitam grandes profundidades (abaixo dos 4000 metros, tanto pelágicas como bentónicas) tendem a aumentar de tamanho. Pensa-se que tenha o objectivo de baixar o metabolismo destes organismos, uma vez que a estas profundidades encontrar alimento ou parceiro é muito difícil.

Bathynomus giganteus, um isópode.

ExemplosEditar

Ver tambémEditar