Grigóris Lambrákis

Grigóris Lambrákis
Nascimento 3 de abril de 1912
Morte 27 de maio de 1963 (51 anos)
Salônica
Sepultamento Primeiro Cemitério de Atenas
Cidadania Grécia
Etnia gregos
Alma mater Universidade de Atenas
Ocupação político, ginecologista, atleta, ativista antiguerra
Empregador Universidade de Atenas
Religião Igreja Ortodoxa Grega

Gregoris Lambrakis (Γρηγόρης Λαμπράκης) (3 de abril de 191227 de maio de 1963), foi um político socialista, atleta e médico grego, tendo sido ainda membro da Escola de Medicina da Universidade de Atenas. Por seu envolvimento com o movimento pacifista internacional, acabou sendo assassinado por extremistas num falso acidente automobilístico em 1963.

LegadoEditar

A vida e morte de Gregoris Lambrakis inspirou o autor Vassilis Vassilikos a escrever o romance político "Z". O título representa a primeira letra da palavra grega "Zei" ("Ele vive!"), um slogan popular que começou a aparecer nos muros de várias cidades gregas na década de 1960, ilustrando o crescente descontentamento contra as condições que levaram ao assassinato de Lambrakis. Em 1969, o diretor grego Costa-Gavras (Κώστας Γαβράς) fez o filme Z, o qual foi um grande sucesso e venceu o Oscar e o Globo de Ouro. Yves Montand faz o papel do Deputado (Lambrakis), Jean-Louis Trintignant é o investigador Sartzetakis e Irene Papas é a viúva de Lambrakis.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um político é um esboço relacionado ao Projeto Biografias de Políticos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.