Abrir menu principal
Guerra de Libertação da Suécia
Befrielsekriget
Gustav Vasa i Mora.jpeg
Gustavo Vasa fala em Mora aos camponeses da Dalecárlia.
Data 15211523
Local Suécia
Desfecho Independência da Suécia
Fim da União de Calmar
Exigência territorial da Suécia sobre a Escânia, Blekinge e Gotlândia
Combatentes
Sweden greater arms three crowns.svg Suécia
Flag of the Free City of Lübeck.svg Cidade Livre de Lubeque
Dinamarca Dinamarca
Líderes e comandantes
Sweden greater arms three crowns.svg Gustavo Vasa Dinamarca Cristiano II
Dinamarca Frederico I

A Guerra da Independência da Suécia foi uma rebelião sueca contra a União de Kalmar, da qual a Suécia fazia parte juntamente com a Dinamarca e a Noruega.[1] O conflito ocorreu entre 1521 e 1523, tendo resultado na independência da Suécia e no fim da União de Kalmar.[2]

A revolta sueca foi liderada pelo nobre sueco Gustavo Vasa, inicialmente como regente e mais tarde como rei, eleito em Strängnäs em 1523.[3]

A guerra terminou oficialmente pelo Tratado de Malmö, assinado em 1524 na cidade então dinamarquesa de Malmö por Gustavo Vasa rei da Suécia e Frederico I rei da Dinamarca e Noruega.[4]

Referências

  1. Hadenius, Stig; Torbjörn Nilsson, Gunnar Åselius (1996). «"Befrielsekriget 1520-23"». Sveriges historia (História da Suécia). Vad varje svensk bör veta (O que todos os suecos devem saber) (em sueco). Estocolmo: Bonnier Alba. p. 99. 447 páginas. ISBN 91-34-51784-7 
  2. Örjan Martinsson. «Befrielsekriget 1521 - 1523» (em sueco). Historiesajten 
  3. Olle, Larsson (2008). «Gustav Vasa – revoltören som byggde en nation». Populär historia. ISSN 1102-0822. Consultado em 4 de maio de 2019 
  4. Lars-Olof Larsson. «Gustav Vasa» (em sueco). Enciclopédia Nacional Sueca 

Ver tambémEditar