Haçane ibne Sal

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Haçane.

Haçane ibne Sal (Al-Hasan ibn Sahl - "Haçane, filho de Sal"; m. 850/1) foi um oficial abássida e governador do Iraque do califa Almamune (r. 813–833) durante a Quarta Fitna.

VidaEditar

O pai de Haçane era um zoroastrista persa convertido ao islamismo. Junto de seu irmão, o futuro vizir Alfadle ibne Sal, Haçane entrou em serviço do bermecida Alfadle ibne Iáia no reinado de Harune Arraxide (r. 786–809). Durante a guerra civil da Quarta Fitna contra Almamune, o meio-irmão de Alamim (r. 809–813), ele foi confiado com a supervisão do imposto fundiário (caraje).[1]

Após as tropas de Almamune capturarem a capital califal de Bagdá, Haçane foi enviado para oeste para assumir o governo do Iraque, enquanto Almamune e Alfadle permaneceram em Marve. No começo de 815, a revolta alida zaidita de ibne Tabataba e Abul Saraia Alcirri eclodiu em Cufa e espalhou-se rapidamente através do sul do Iraque. Haçane provou-se incapaz de confrontá-la, e os rebeldes de uma vez ameaçaram Bagdá antes da intervenção do capaz general Hartama ibne Aiane, que liderou a supressão da revolta.[1][2]

A dominação do califado por Alfadle e os coraçanes em torno dele, contudo, despertou grande oposição entre as antigas elites abássidas em Bagdá, e Haçane ibne Sal foi forçado a abandonar a cidade, onde vários líderes faccionais compartilharam o poder. Em julho de 817, após as notícias alcançarem a cidade de que Almamune havia escolhido um alida, Ali ibne Muça Arrida , como seu herdeiro aparente, a cidade nomeou seu tio, Ibraim ibne Almadi, como califa.[1][3]

Após a morte de Alfadle em 818 e a entrada de Almamune em Bagdá em 819, houve expectativas de que Haçane sucederia seu irmão como vizir do califado, mas Haçane, chocado pela morte de Alfadle, preferiu retirar-se da política e partiu para suas propriedades em torno de Uacite, onde permaneceu até sua morte em 850/851. Em 825, contudo, ele casou sua filha, Burane (807–884), com Almamune, e deu-lhe como dote o Palácio de Cácer Haçane, ao sul de Bagdá, que desde então tornou-se uma das residências califais.[1]

Referências

  1. a b c d Sourdel 1986, p. 243–244.
  2. Kennedy 2004, p. 152.
  3. Kennedy 2004, p. 151–153.

BibliografiaEditar

  • Kennedy, Hugh N. (2004). The Prophet and the Age of the Caliphates: The Islamic Near East from the 6th to the 11th Century (Second ed. Harlow, RU: Pearson Education Ltd. ISBN 0-582-40525-4 
  • Sourdel, Dominique (1986). «al-Ḥasan b. Sahl». The Encyclopedia of Islam, New Edition, Volume III: H–Iram. Leida e Nova Iorque: BRILL. pp. 243–244. ISBN 90-04-08118-6