Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Se procura a rainha da Polônia e santa católica, veja Edviges d'Anjou.
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde agosto de 2019). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Edwiges (Hedwig, em Portugal) é a coruja de Harry Potter no universo fictício criado por J. K. Rowling.

É uma coruja-das-neves que leva mensagens para e do seu dono, onde quer que ele esteja.

Índice

HistóricoEditar

Harry ganhou a coruja do amigo Hagrid, antes de entrar em Hogwarts, enquanto compravam seus materiais escolares básicos e sua varinha mágica, no Beco Diagonal, ainda no primeiro livro da série.

Desde então Edwiges tem se tornado uma presença constante na vida do jovem bruxo, exercendo a principal função das corujas no ambiente de magia: são os correios dos bruxos.

Assim como Harry possui Edwiges, também os demais bruxos as têm. A coruja da Família Weasley chama-se Errol, e é bastante atrapalhada e por muito tempo entregou o embrulhos para Rony Weasley, que posteriormente ganhou Pichitinho (que Rony chama de Píchi) de presente do padrinho de Harry, Sirius.

Em Harry Potter e a Ordem da Fênix, Edwiges é ferida enquanto leva uma mensagem entre Harry e seu padrinho Sirius Black. Não está dito claramente que foi o responsável pelo ataque contra a coruja, porém no próprio livro, mais tarde, é levantada a suspeita de que possa ter sido feito por Dolores Umbridge, quando esta começa a inspecionar todas as cartas que entram e saem para os alunos.

Em Harry Potter e as Relíquias da Morte, Edwiges é assassinada por um dos Comensais da Morte durante a fuga de Harry Potter de sua casa para A Toca, ao ser atingida pela Maldição da Morte.

Segundo J. K. Rowling, a morte de Edwiges representa a perda da inocência e segurança, o fim da infância de Harry.

CaracterísticasEditar

 
Exemplar de coruja-das-neves

Edwiges pode ser considerada uma coruja "séria", de personalidade pouco brincalhona. Ela tem o hábito de fitar, com piados, reprovadoramente, e batendo em Harry com as asas - sendo mais "falante" que as corujas-da-neve comuns. Aparenta um apego maternal ao seu dono tendo até ciúmes, quando por exemplo, deixou de ser usada nas comunicações entre Harry e Sirius Black, para não ser detectada pelo Ministério da Magia, pois nessa época Sirius ainda estava foragido de Azkaban.

Origem do nomeEditar

J. K. Rowling declarou que encontrou o nome para Edwiges num livro sobre santos medievais: Santa Edwiges seria a padroeira dos órfãos e crianças abandonadas.

Na versão russa, Hedwig é traduzida por Booklya, que é um tipo de penteado francês

CuriosidadesEditar

  • foi o primeiro membro da equipe dos atores de Harry Potter a ser escolhido.

Na SérieEditar

Transmite seus sentimentos através de seus pios e mordidas, principalmente quando esta chateada com seu dono. No último ano de Harry na casa dos Dursley, Edwiges tinha pouco tempo para sair da gaiola e passear pelas redondezas, o que a deixou deprimida. Veio a falecer em 1997 durante a fuga dos sete Potter. Harry estremesse com a perda, pois associava Edwiges como uma das poucas coisas que o lembrava da magia na época que estava nas casa dos Dursley.