Heinrich Pantaleon

Heinrich Pantaleon (1522-1595) (Henrico Pantaleone, Heinri Pantaleon, Henry Pantaleon) (* Basileia, 13 de Junho de 1522 - † Basileia, 3 de Março de 1595), foi erudito, humanista, médico e historiador suíço. Foi também Professor de Física, História, Teologia e Dialética da Universidade de Basileia.

Heinrich Pantaleon
(1522-1595)
Nascimento 13 de julho de 1522
Basileia, Suíça
Morte 3 de março de 1595
Basileia, Suíça
Alma mater Universidade de Basileia
Ocupação Humanista, médico, erudito e historiador suíço.

VidaEditar

Heinrich Pantaleon nasceu e viveu em Basileia. Estudou idiomas e literatura, fez teologia de acordo com os princípios da igreja reformada, ensinou dialética e filosofia natural em Basileia durante quarenta anos. Mais tarde, em idade avançada, estudou Medicina, fez doutorado na mesma universidade, foi médico praticante que lhe angariou grande reputação e atuou nessa área até a sua morte em 3 de Março de 1595, aos 72 anos de idade.

Escreveu numerosas obras de história e medicina, algumas em latim, outras em alemão, e fez também algumas traduções de autores clássicos para o alemão, dentre eles Matthias Flacius Illyricus (1520-1575)[1], Johannes Trithemius (1462-1516), Johannes Balaeus (1495-1563)[2], John Foxe (1517-1587) e Paolo Giovio (1483-1552)[3]. A sua obra mais conhecida, embora rara na atualidade, foi um relato sobre os homens mais eminentes da Alemanha, publicado na Basileia em 1565, e intitulado Posographia heroum et illustrium virorum Germanise, e que foi dedicada ao imperador Maximiliano II (1527-1576), que o condecorou em agosto de 1566 com o título de Conde Palatino. [4] Essa mesma obra foi publicada em 1567 na língua alemã sob o título Teutscher Nation Heldenbuch.

FamíliaEditar

Pantaleon se casou no dia 19 de Fevereiro de 1545, na Igreja de São Martins, com Cleopha Koesy († 1598), filhade Johannes Koesy. No dia 2 de Dezembro de 1594 ele comemorou as bodas de ouro com a sua esposa. Do seu casamento nasceram quatro filhos e oito filhas, dos quais podemos citar Christina (* 1548 e casada com Valentin Cherler); Johannes Heinrich (* 1558); Sibylla (*1563, foi casada com Johann Jakob Frey) e Maximilian (*1583).


ObrasEditar

ReferênciasEditar

NotasEditar

  1. Matthias Flacius Illyricus (em croata, Matija Vlačić Ilirik) (1520-1575) (* Albona, atual Labin, 3 de Março de 1520 - † Frankfurt, 11 de Março de 1575), foi reformador luterano croata.
  2. Johannes Balaeus (John Bale) (1495-1563) (* Cove, perto de Dunwich, Suffolk, 21 de Novembro de 1495 - † Canterbury, Kent, Novembro de 1563), foi teólogo, erudito e controversista inglês.
  3. Paolo Giovio (1483-1552) (* Como, 21 de Abril de 1483 - † Florença, 12 de Dezembro de 1552), foi bispo católico, historiador, médico e biógrafo italiano.
  4. Institute für Personengeschichte.