Henrique I de Baden-Hachberg

Henrique I de Baden-Hachberg (em alemão: Heinrich I. ; Ca. 11802 de julho de 1231) foi um nobre alemão pertencente à Casa de Zähringen, marquês de Verona e de Baden-Hachberg de 1190 até à sua morte.

Henrique I de Baden-Hachberg
Marquês de Baden-Hachberg
Reinado 1190-1231
Antecessor(a) Hermano IV
Sucessor(a) Henrique II
 
esposa Inês de Urach
Descendência Henrique II;
Hermano, Cónego
Werner
Casa Zähringen
Nome completo Heinrich I. von Baden-Hachberg
Nascimento 1180
Morte 2 de julho de 1231 (51 anos)
Pai Hermano IV de Baden
Mãe Berta de Tübingen

Foi o primeiro membro da linha cadete de Baden-Hachberg

BiografiaEditar

Henrique I era filho do marquês Hermano IV de Baden e de sua mulher Berta de Tübingen. O pai acompanhara o imperador Frederico I quer na campanha em Itália, quer na Terceira Cruzada. Viajara através da Ásia menor até Antioquia, onde viria a falecer, no acampamento de doença em 1190.

Após a morte do pai, Baden foi dividido entre os dois filhos, tendo o mais velho, Hermano V, ficado com a Baden-Baden e o mais novo, Henrique I, com Baden-Hachberg.

Hermano V seguiu o imperador Frederico II em Itália, no Egipto (onde ficou cativo), na Quinta e na Sexta Cruzada.

Existem poucas fontes que fornecem informações sobre a vida de Henrique. Há uma referência à participação de Henrique num torneio de cavaleiros em 1197, de modo que o seu presumível ano de nascimento poderá ser por volta de 1180.[1]

Ele foi o primeiro da linha cadete da Casa de Zähringen a intitular-se Marquês de Hachberg.

Em 1218, o imperador Frederico II atribuiu-lhe o condado de Brisgau como feudo, após o último conde, Bertoldo V de Zähringen, ter morrido sem descendência[2], já que a sua mulher, Inês, era sobrinha do falecido conde Bertoldo V. A disputa pelos direitos do condado de Brisgau levou à guerra com o Conde de Friburgo e só foi resolvida no tempo do seu filho e sucessor, Henrique II[3].

Henrique I morreu em 1231 sendo sucedido pelo seu filho mais velho, Henrique II que, na altura, ainda era menor pelo que ficou sob regência da mãe. Em 1232, foi adquirido o senhorio de Sausenberg à Abadia de St. Blasien, sendo pouco depois, construído o Castelo de Sausenburg, mencionado pela primeira vez em 1246.[4]

Henrique I foi sepultado na igreja do Mosteiro de Tennenbach, fundado pela linhagem de Baden-Hachberg.

Casamento e descendênciaEditar

Henrique I casou-se com Inês, filha de conde Egino IV de Urach e de Inês de Zähringen (filha do conde Bertoldo IV de Zähringen), que foi regente do seu filho após a morte do marido em 1231. Deste casamento nasceram três filhos:

  • Henrique II (Heinrich II.), († 1297/1298), que sucedeu ao pai como marquês de Baden-Hachberg;
  • Werner (Werner), Cónego em Estrasburgo;
  • Hermano (Hermann).

Ligações externasEditar

ReferênciasEditar

  1. Johann Christian Sachs, Einleitung in die Geschichte der Marggravschaft und des marggrävlichen altfürstlichen Hauses Baden, Vol. I, Frankfurt & Leipzig, 1764. Livros Google, online
  2. Sachs pág. 396
  3. Maurer, pág. 498
  4. Hans Jakob Wörner: Das Markgräflerland — Bemerkungen zu seinem geschichtlichen Werdegang, in: Das Markgräflerland, vol. 2 (jubilee edition), 1994, p. 58-59


Henrique I de Baden-Hachberg
Nascimento: ca. 1180 Morte: 2 de junho 1231
Precedido por
Hermano IV
 
Marquês de Baden-Hachberg

1190-1231
Sucedido por
Henrique II

BibliografiaEditar

  • (em alemão) Peter Thorau, Jahrbücher des Deutschen Reichs unter König Heinrich (VII.) Vol. I, Duncker & Humblot, Berlim 1998, Pág. 162, 164, 169
  • (em alemão) Eduard Winkelmann: Kaiser Friedrich II., Vol. 1, Wissenschaftliche Buchgesellschaft, Darmestádio, 1963, Pág. 397, 497, 514;
  • (em alemão) Johann Christian Sachs, Einleitung in die Geschichte der Marggravschaft und des marggrävlichen altfürstlichen Hauses Baden, Parte 1, Frankfurt & Leipzig, 1764, Livros Google, online;
  • (em alemão) Regesten der Markgrafen von Baden und Hachberg 1050–1515, edição da Comissõ Histórica de Baden, coordenação de Richard Fester, Vol. 1, Innsbruck, 1892;
  • (em alemão) Heinrich Maurer: Zur Geschichte der Markgrafen von Baden. 2. Die Grafschaft im Breisgau. In Zeitschrift für die Geschichte des Oberrheins, Vol. 43, 1889, Pág. 491–506, Documento online.