Hermano V de Baden-Baden

Hermano V de Baden-Baden (em alemão: Hermann V. ; ca. 118017 de janeiro de 1243) foi um nobre alemão pertencente à Casa de Zähringen, marquês de Verona e de Baden-Baden de 1190 até à sua morte.

Hermano V
Selo de Hermano V
Marquês de Baden-Baden
Reinado 1190-1243
Antecessor(a) Hermano IV
Sucessor(a) Hermano VI
 
Nascimento 1180
Morte 17 de janeiro de 1243 (63 anos)
Nome completo Hermann V.
esposa Irmengarda do Palatinado
Descendência Hermano VI;
Rodolfo I.
Casa Zähringen
Pai Hermano IV de Baden
Mãe Berta de Tübingen
Brasão

BiografiaEditar

Hermano V era filho do marquês Hermano IV de Baden e de sua mulher Berta de Tübingen. Após a morte do pai, Baden foi dividido entre os dois filhos, tendo Hermano V ficado com Baden-Baden e o seu irmão, Henrique I com Baden-Hachberg.

Ele viu-se envolvido na disputa pelo trono do Sacro Império Romano-Germânico, conflito entre a Casa de Hohenstaufen e a Casa de Welf entre 1198 e 1215, tendo tomado partido de Filipe da Suábia,[1] rei da Germânia e, de 1208 a 1211, apoiou o imperador Otão IV.[2] Por fim, foi um fiel seguidor do imperador Frederico II.

Em 1217 casou com Irmengarda, Condessa Palatina do Reno (1200-1260), filha de Henrique V, Conde Palatino da Casa de Guelfo, com quem esteve casado até à sua morte.

Hermano fundou as cidades de Backnang, Pforzheim e Estugarda. Em 1219 Pforzheim tornou-se a sede da Marca de Baden.

Em 1218 abandonou as pretensões do título de Zähringen e, em 1227, desistiu também das pretensões sobre Brunsvique. Hermano foi então feito Conde de Ortenau e Brisgau.

Na comitiva do imperador Frederico II, viajou por grande parte da Alemanha e de Itália e, em 1221, ficou cativo no Egipto. Tomou parte na Quinta Cruzada e na Sexta Cruzada em 1228 com Frederico II. Foi conselheiro de Henrique VII até este ser destronado. Hermano também tomou parte na defesa contra o ataque Mongol, em Liegnitz.

Fundou e apoiou vários mosteiros importantes, como as Abadias de Maulbronn, Tennenbach, Herrenalb, Selz, Salem e Backnang. Também a sua mulher Irmengarda fundou a Abadia de Lichtenthal, na cidade de Baden-Baden em 1245, que mais tarde viria a tornar-se o panteão dos marqueses de Baden.

Hermano V faleceu a 17 de janeiro de 1243, sendo sucedido por seu filho mais velho, Hermano VI na Marca de Baden-Baden. Foi sepultado em Backnang, até que a sua viúva transladou os restos mortais pata a Abadia de Lichtenthal em 1248.

FamíliaEditar

Do seu casamento com Irmengarda, nasceram quatro filhos:

  1. Hermano VI (Hermann) (1225-1250), que sucedeu ao pai como marquês de Baden-Baden;
  2. Rodolfo I (Rudolf) (1230-1288), que foi regente e depois marquês de Baden-Baden;
  3. Matilde (Mechtild) (died 1258) que casou com Ulrico I de Vurtemberga (1222-1265);
  4. Isabel (Elisabeth), que casou primeiro com o conde Everardo de Eberstein e, em segundas núpcias, com Luís II de Lichtenberg.


ReferênciasEditar

  1. um Hohenstaufen
  2. um Guelfo

BibliografiaEditar

  • (em alemão) Johann Christian Sachs - Einleitung in die Geschichte der Marggravschaft und des marggrävlichen altfürstlichen Hauses Baden, Vol. I, Editora Lotter, Karlsruhe, 764, Pág. 329–364 – Livros Google, pág. 329;
  • (em alemão) Joseph Bader - Markgraf Hermann der Fünfte von Baden, Karlsruhe, 1851 Livros Google;
  • (em alemão) Regesta Imperii 1197, N.º 604 (Online)
  • (em alemão) Regesten der Markgrafen von Baden und Hachberg 1050 - 1515, publicação da Comissão histórica de Baden (Badischen Historischen Commission), editado por Richard Fester, Vol. I, Innsbruck 1900, pág. 13–31 documento arquivado na internet;
  • (em alemão) Hansmartin Schwarzmaier: artigo Baden em Handbuch der baden-württembergischen Geschichte, Vol. 2: Die Territorien im alten Reich, obra da Comissão histórica de estudos nacionais em Baden-Württemberg. Klett-Cotta, Estugarda, 1995, pág. 178–182, ISBN 3-608-91466-8.

Ligações externasEditar


Hermano V de Baden-Baden
Nascimento: ca. 1180 Morte: 17 de janeiro 1243
Precedido por
Hermano IV
 
Margrave de Baden-Baden

1190-1243
Sucedido por
Hermano VI