Henriqueta de Nevers

Henriqueta de Nevers ou Henriqueta de Cleves (em francês: Henriette; 31 de outubro de 1542[1]24 de junho de 1601[2], foi uma nobre francesa, herdeira da família de Cleves que detinha o ducado de Nevers e o condado de Rethel. Era ainda conhecida por Henriqueta de La Marck (do nome da casa nobre a que pertencia por nascimento).

Henriqueta de Nevers
Princesa consorte de Mântua
Retrato de Henriqueta de Cleves pintado por François Clouet (data incerta).
4.° Duquesa de Nevers
Reinado 15641601
Antecessor(a) Jaime de Cleves
Sucessor(a) Luís IV Gonzaga
Condessa de Rethel
Reinado 15641565
Predecessor Jaime de Cleves
Sucessor título suprimido
(passou a ducado)
Duquesa de Rethel
Reinado 15651601
Predecessor novo título
(anteriormente era condado
Sucessor Carlos I de Mântua
 
Nascimento 31 de outubro de 1542
  La Chapelle-d’Angillon, Reino da França
Morte 24 de junho de 1601 (58 anos)
  Hotel de Nevers, Paris, Reino da França
Sepultado em Catedral de Nevers, Nevers
Cônjuge Luís Gonzaga, Duque de Nevers
Descendência Catarina, Duquesa de Longueville
Henriqueta, Duquesa de Mayenne
Frederico Gonzaga
Francisco Gonzaga
Carlos I de Mântua
Casa Casa Ducal de Mântua
Dinastia La Marck (por nascimento)
Gonzaga (por casamento)
Pai Francisco I, 1º Duque de Nevers e Conde de Rethel
Mãe Margarida de Bourbon-La Marche

Tornou-se suo jure 4.° Duquesa de Nevers[3] e suo jure Condessa de Rethel, após a morte sem geração do seu irmão, Jaime de Cleves, Duque de Nevers e Conde de Rethel, em 1564. Veio a casar com o nobre de origem italiana Luis Gonzaga, que veio a ser Duque de Nevers e de Rethel, e Príncipe de Mântua.

FamíliaEditar

Henriqueta nasceu em La Chapelle-d'Angillon, no departamento de Cher, em França, sendo a filha mais velha e segunda criança de Francisco I, primeiro Duque de Nevers e Conde de Rethel, e de Margarida de Bourbon-La Marche. O Delfim Henrique (o futuro Rei Henrique II de França) foi o seu padrinho de baptismo.

Os seus avós paternos foram Carlos II de Cleves, Conde de Nevers, e Maria de Albret, Condessa de Rethel. Os seus avós maternos foram Carlos de Bourbon, duque de Vendôme e Francisca de Alençon.

Henriqueta teve três irmãos e duas irmãs mais novas:

  1. Francisco II de Cleves, segundo Duque de Nevers, Conde de Rethel;
  2. Jaime de Cleves, terceiro Duque de Nevers, Conde de Rethel;
  3. Henrique de Cleves, que morreu ainda jovem;
  4. Catarina de Cleves; e
  5. Maria de Cleves.

Em 1564, com a morte do seu irmão Jaime, Henriqueta tornou-se suo jure quarta Duquesa de Nevers e Condessa de Rethel. O seu irmão mais velho, Francisco, morrera em 1562, sem deixar descendência.

Henriqueta herdou também uma enorme dívida do seu falecido pai e irmãos, mas soube gerir a situação por forma a estabilizar a situação financeira da família, vindo a tornar-se um dos principais credores do Reino.[4]

Casamento e descendênciaEditar

 
Henriqueta e seu marido, Luís Gonzaga

Em 4 de março de 1565, em Moulins, Bourbonnais aos 22 anos de idade, Henriqueta casou com Luís Gonzaga, terceiro varão do Duque soberano de Mântua, e seu segundo primo (as avós de ambos eram irmãs). O seu marido assumiu os títulos de Duque de Nevers e de primeiro Duque de Rethel por direito da mulher, enquanto Henriqueta adquiriu os novos títulos de Duquesa de Rethel e Princessa de Mântua.

Luís e Henriqueta tiveram cinco filhos:[5]

  1. Catarina Gonzaga (1568-1629), que viria a casar com Henrique I de Orleães, Duque de Longueville, com geração;
  2. Henriqueta Gonzaga (1571-1601), que veio a casar com Henrique de Lorena, Duque de Mayenne, sem geração;
  3. Frederico Gonzaga (1573-1574)
  4. Francisco Gonzaga (1576-1580)
  5. Carlos Gonzaga (1580-1637), que sucedeu a seus pais nos Ducados de Nevers e Rethel, herdando mais tarde as pessessões italianas da família, o Ducado de Mântua e o Ducado de Monferrato. Casou com Catarina Mayenne (filha de Carlos de Lorena, Duque de Mayenne e de Henriqueta de Saboia, Marquesa de Villars), com geração.

Henriqueta veio a tornar-se amante de Aníbal Coconna, um aventureiro Piemontês que veio a ser decapitado em 1574, juntamente com Joseph Boniface de La Mole, por participar na conspiração contra Carlos IX de França, gravemente doente e era apoiado por Francisco, Duque de Alençon. Foi alegado que ela e a rainha Margarida de Navarra secretamente e a meio da noite, teriam retirado as cabeças que foram expostas num lugar público, embalsamando-os e enterrando-os em solo consagrado.[6]

Henriqueta faleceu em 24 de junho de 1601, no Hotel de Nevers, residência parisiense dos Duques de Nevers. Veio a ser enterrada na Catedral de Nevers. O seu marido morrera 6 anos antes em 1595 após uma vida de fidelidade à Coroa de França.

Representações artísticasEditar

O retrato de Henriqueta foi pintado em data desconhecida pelo conhecido miniaturista e artista renascentista francês, François Clouet. Ele é famoso pelas suas representações pormenorizadas da família real e da nobreza francesa.

Ver tambémEditar

NotasEditar

  1. http://thePeerage.com person page 4301
  2. Marek, Miroslav. «cleves/cleves5.html». Genealogy.EU )
  3. http://thePeerage.com
  4. France Heads and Substates and Heads of the Kingdom, http://www.guide2womenleaders.com/France-substates-heads.htm
  5. Marek, Miroslav. «gonzaga/gonzaga5.htm». Genealogy.EU 
  6. Strage, Mark (1976). Women of Power: The Life and Times of Catherine de' Medici. New York and London: Harcourt Brace Jovanovich. pp. 187-188


Precedido por
Jaime de Cleves
 
Duquesa de Nevers

15641601
Sucedido por
Luís IV Gonzaga
Precedido por
Jaime de Cleves
Condessa de Rethel
15641565
Sucedido por
título suprimido
(passou a ducado)
Precedido por
novo título
(anteriormente era condado
Duquesa de Rethel
15651601
Sucedido por
Carlos I de Mântua
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Henriqueta de Nevers

Referências