Abrir menu principal
Henryk Zygalski
Nascimento 15 de julho de 1908
Poznań
Morte 30 de agosto de 1978 (70 anos)
Liss
Sepultamento Londres
Cidadania Polônia
Etnia poloneses
Ocupação matemático, criptógrafo
Prêmios Grã-Cruz da Ordem Polônia Restituta

Henryk Zygalski (Media:Zygalski.ogg, ['xɛnrɨk zɨ'galski]; Poznań, 15 de julho de 1908 – Liss, 30 de agosto de 1978) foi um matemático e criptoanalista polaco que trabalhou na quebra do segredo da Máquina Enigma antes e durante a Segunda Guerra Mundial. Zygalski era civil a partir de 1932, trabalhando no Biuro Szyfrów (Gabinete de Cifras), instalado no Palácio Saxão em Varsóvia, com os colegas Marian Rejewski e Jerzy Różycki. Juntos desenvolveram métodos e equipamento para decifrar as mensagens que os alemães emitiam com a Enigma.

Em final de 1938, em resposta à crescente complexidade dos procedimentos alemães de criptografia, Zygalski concebeu as "folhas perfuradas", um dispositivo manual para encontrar as configurações de uma Máquina Enigma. Este esquema, tal como o anterior catálogo de cartões era independente do número de conexões usadas no painel ou comutador da Máquina Enigma.

Depois da guerra, permaneceu exilado no Reino Unido e trabalhou como professor de matemática numa escola de província. Faleceu em 30 de Agosto de 1978 em Liss, uma aldeia no Hampshire e está sepultado em Londres. Pouco antes da sua morte foi reconhecido o seu papel na decifração da Enigma, tendo-lhe sido atribuído um doutoramento honoris causa pela Universidade Polaca Exilada.

Ver tambémEditar

 
Demonstração das folhas de Zygalski em Bletchley Park

Referências

  • Władysław Kozaczuk, Enigma: How the German Machine Cipher Was Broken, and How It Was Read by the Allies in World War II, ed. e trad.: Christopher Kasparek, Frederick, MD, University Publications of America, 1984.