Haiderabade (Telanganá)

(Redirecionado de Hyderabad (Andhra Pradesh))
Índia Haiderabade

హైదరాబాదు Hyderabad

 
  Cidade  
Hyderabad montage-2.png
Localização
Haiderabade está localizado em: Índia
Haiderabade
Localização de Haiderabade na Índia
Coordenadas 17° 22' N 78° 28' 34" E
Estado Telanganá
História
Fundação 1592
Administração
Comissário N K Singh
Características geográficas
Área total 915 km²
População total (2011) 6 809 970 hab.
Densidade 7 442,6 hab./km²
Sítio www.ghmc.gov.in

Haiderabade[1] (Hyderabad; em telugo: హైదరాబాదు; Bhagya Nagaram; em urdu: حیدر آباد; em híndi: हैदराबाद), é uma cidade da Índia, capital do estado de Telanganá.[2] Anteriormente, a cidade era capital do antigo estado de Andhra Pradexe, mas em 2 de junho de 2014, Hyderabad se tornou a capital oficial de Telanganá. A cidade de Haiderabade tem uma população metropolitana estimada em 6,8 milhões de pessoas. É a segunda maior cidade indiana (em termos de área) e tem a quarta maior população de toda a Índia. A área metropolitana de Haiderabade é, ainda, a quinta maior do país: em 2011, contava com 7 749 334 habitantes.

Haiderabade é conhecida pela sua rica história, a cultura e arquitetura representando seu caráter único como um ponto de encontro para Norte e Sul da Índia, e sua cultura multilíngue, tanto geográfica quanto cultural.

Também conhecido como A Cidade de Nizams e A Cidade das Pérolas, Haiderabade é hoje uma das cidades mais desenvolvidas do país e um moderno centro de tecnologia da informação, business process outsourcing, e biotecnologia.

EtimologiaEditar

Originalmente foi fundada pelo sultão Maomé Culi Cutube Xá, o 5º rei da dinastia Cutube Xá, em 1590. Diferentes teorias explicam a origem e etimologia do nome Haiderabade. Anteriormente, Haiderabade era conhecida como Bhagyanagar. Foi assim nomeada em memória à Bagamati, a mulher que o sultão Mohammed amava. Após sua morte, o nome Bhagyanagar teve 2 ou 3 mudanças e, finalmente, a cidade foi nomeada como Haiderabade do Decão.

EconomiaEditar

Haiderabade, cidade mundialmente conhecida por seu comércio e artesanato de pérolas, se convertido nos últimos anos em uma das cidades mais ascendente na economia do país. Tem uma crescente indústria de Pesquisa e Desenvolvimento, dentro da qual engloba a indústria farmacêutica, biotecnologia, nanotecnologia, e todo tipo de investigações relacionadas com a ciência, a engenharia e tecnologia.

Foi construído nos arredores da cidade um grande complexo tecnológico, conhecido como HITEC City, que é popularmente conhecido como o Vale do Silício da Índia.

A cidade foi eleita sede para o 58.° Congresso Internacional de Astronáutica em 2007. Em 2014, a cidade foi sede da 36a Conferência Internacional de Engenharia de Software.

EducaçãoEditar

A cidade abriga muitas instituições de ensino superior importantes da Índia, notadamente a Universidade Osmania, uma das mais antigas estado país e a Universidade de Haiderabade, muito conceituada por desenvolver pesquisas na área da tecnologia da informação, ambas instituições públicas.

EsportesEditar

 
Estádio GMC construído na década de 2000 para abrigar jogos de futebol.

Críquete e hóquei sobre a grama são os esportes mais populares na cidade. Os Sultões de Haiderabade venceram o campeonato inaugural da Liga Premiada de Hóquei, em 2005. críquete é o esporte preferido entre as crianças e os jovens, e é jogado em todas as variedades, como a casa críquete, rua críquete, terreno críquete, etc. O jogo de badminton é amado por adultos e veteranos, e normalmente é jogado em parques.

A equipa de críquete de Haiderabade na Liga Premiada do Índico é propriedade do Deccan Chronicle, custa USD 107 milhões. Incluem notáveis jogadores como Adam Gilchrist e Andrew Symonds.

EstádiosEditar

Os primeiros estádio construído na cidade é o estádio Lal Bahadur Shastri. Anteriormente conhecido como Fateh Maidan, era, até recentemente exclusivo para conduzir jogos de críquete. O primeiro jogo de críquete a ser jogado nesse estádio foi em 19 de novembro de 1955. Com a construção do Rajiv Gandhi de Cricket Internacional no Estádio Uppal, é improvável que qualquer campeonato de críquete mais seja realizado no estádio Lal Bahadur Shastri.

AtraçõesEditar

 
Estátua de Buda no Lago Hussain Sagar.
  • Birla Mandir (Haiderabade, Andra Pradexe) — um templo hindu em mármore branco situado no topo de uma colina com vista sobre a cidade.
  • Charminar — o mais conhecido marco histórico da cidade.
  • Palácio Falaknuma — construído por um arquiteto italiano, através de um dos nobres Paigah, Nawab Viqar al-Umra", completo em mármore italiano. É uma bela e deslumbrante peça de arquitetura com estilo decorativo Luís XIV, de um generoso ambiente mogol, em mármore italiano nas escadas e adornada mananciais.
  • Forte Golconda — localizado nos arredores da cidade, o Forte Golconda é um das mais complexas e magnífica fortaleza da Índia.
  • Taramati Baradari — localizado próximo a Golconda, construído por um Sultão Qutube Xaí, este é um lugar que se deve visitar.

Cidades irmãsEditar

Referências

  1. Paulo, Correia (Verão de 2020). «Toponímia da Índia — breve análise» (PDF). Bruxelas: a folha — Boletim da língua portuguesa nas instituições europeias. p. 4. ISSN 1830-7809. Consultado em 8 de outubro de 2020 
  2. «Hyderabad». Biblioteca Nacional da Alemanha (em alemão). Consultado em 11 de janeiro de 2020 

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Hyderabad
  Este artigo sobre Geografia da Índia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.