Ian Alexander Shanks (22 de junho de 1948) é um cientista escocês, inventor da tecnologia por trás do glicosímetro digital em 1982, trabalhando em seu tempo livre enquanto funcionário da Unilever. Na década de 1970 realizou pesquisas significantes sobre LCDs (displays de cristal líquido), e mais tarde sobre optoeletrônica.[1][2]

Ian Shanks
Nascimento 22 de junho de 1948
Alma mater
Ocupação inventor
Prêmios

Obteve um bacharelado na Universidade de Glasgow. Obteve também um PhD.

Recebeu a Medalha Real de 2020.[3]

Referências

Ligações externas editar


Precedido por
Carol Robinson, Michel Goedert e Ann Dowling
Medalha Real
2020
com Herbert Huppert e Caroline Dean
Sucedido por
Colin Humphreys, Dennis Lo e Michael Green


  Este artigo sobre engenheiro(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.