Abrir menu principal

Ilídio Tomé Alves Machado (Luanda, 17 de Dezembro de 1914 - 28 de Agosto de 1983),[1][2] foi Director Geral dos CTT de Angola e um dos importantes fundadores do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) juntamente com Viriato Clemente da Cruz, Mário Pinto de Andrade e Lúcio Lara em 10 de Dezembro de 1956. Foi o primeiro presidente do MPLA até ser preso em 1959 por actividades subversivas contra o regime português da altura,[2] tendo indicado Agostinho Neto como seu substituto.[3]

Referências

  1. Edmundo Melo Rocha, Francisco Soares, Moisés Silva Fernandes Angola: Viriato da Cruz : o homem e o mito Porto Amboim (Angola) 2008 Page 130 "Ilídio Alces Machado, nascido em Luanda aos 17 de Dezembro de 1914 e falecido aos 28 de Agosto de 1983, "
  2. a b Direcção Geral de Arquivos-Arquivo Nacional da Torre do Tombo. «Processo Crime de Ilidio Machado e Outros». Consultado em 7 de Novembro de 2011 
  3. George, Edward (2005). The Cuban Intervention in Angola, 1965-1991: From Che Guevara to Cuito Cuanavale. [S.l.: s.n.] p. 286 
  Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre Angola é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.