Instituto Acton

Organização americana de estudos e pesquisas
Instituto Acton
upright=!Artigos sem imagens
ActonLogo.svg
História
Fundação
Quadro profissional
Tipo
Organização educacional e centro de pesquisa
Estado legal
Organização não governamental (ONG)
Propósito
Educação econômica para cristãos
Sede social
País
Organização
Receita líquida
10 475 844 $
10 528 684 $ ()
9 931 504 $ ()
10 475 844 $ ()
Website
(en) acton.org
Identificador
IRS

O Instituto Acton para o Estudo da Religião e Liberdade é uma instituição de pesquisa e educação americana,[1] ou think tank, em Grand Rapids, Michigan, (com um escritório em Roma), cuja missão declarada é "promover uma sociedade livre e virtuosa caracterizada pela liberdade individual e sustentada pelos princípios religiosos”.[2] Seu trabalho apóia a política econômica de livre mercado enquadrada na moralidade judaico-cristã.[3][4] Ele foi descrito alternadamente como conservador[5][6][7] e libertário.[8][9][10] O Instituto Acton também organiza seminários "para educar líderes religiosos de todas as denominações, executivos, empresários, professores universitários e pesquisadores acadêmicos em princípios econômicos".[11]

HistóriaEditar

Ficheiro:Sirico Reagan Mauren.jpg
Os fundadores da Acton, Robert Sirico (à esquerda) e Kris Mauren (à direita), com Ronald Reagan em sua biblioteca

O Instituto Acton foi fundado em 1990 em Grand Rapids, Michigan, por Robert A. Sirico e Kris Alan Mauren.[12] Seu nome é uma homenagem ao historiador, político e escritor inglês Lord Acton, que é popularmente associado ao ditado "O poder tende a corromper, e o poder absoluto corrompe absolutamente".[13] Sirico e Mauren estavam preocupados porque muitas pessoas religiosas ignoravam a realidade econômica e que muitos economistas e empresários não estavam suficientemente fundamentados em princípios religiosos.[14] Sirico explica a ligação essencial entre economia e religião com referência ao homônimo do instituto:

Acton percebeu que a liberdade econômica é essencial para criar um ambiente no qual a liberdade religiosa possa florescer. Mas ele também sabia que o mercado só pode funcionar quando as pessoas se comportam moralmente. Portanto, fé e liberdade devem andar de mãos dadas. Como ele disse, "a liberdade é a condição que mais facilita a consciência governar" [15]

O lançamento em 1991 da encíclica papal Centesimus annus impulsionou o instituto em um momento crítico. O documento fornecido, um ano após a fundação do Acton, estabeleceu o apoio ao personalismo econômico do instituto e à defesa do capitalismo. Robert Sirico disse na época que se tratava de uma "reivindicação".[14][16][17]

Em 2002, o Instituto abriu um escritório em Roma, o Istituto Acton, para realizar a missão no exterior.[18] Em 2004, o Instituto recebeu o Prêmio da Liberdade da Fundação Templeton "pelo seu amplo trabalho na defesa moral do livre mercado".[18] Em 2012, o Programa de Think Tanks e Sociedades Civis da Universidade da Pensilvânia incluiu o instituto em sua lista dos 50 principais think tanks dos Estados Unidos.[19]

Em 2005, a revista progressista Mother Jones publicou um gráfico que incluía o Instituto Acton em uma lista de grupos que teriam recebido uma doação (US $ 155.000) da ExxonMobil.[20] Em 2007, o Instituto recebeu financiamento da Fundação Earhart e da Fundação Bradley.[21][22] O Grand Rapids Press escreveu em 2013 que muito do financiamento do Instituto Acton vem de residentes do oeste de Michigan, incluindo John Kennedy, presidente e CEO da Autocam Corp, e o cofundador da Amway Richard DeVos.[23]

FiliaisEditar

O Instituto Acton é membro da State Policy Network, uma rede de grupos de reflexão (em inglês, think tanks) orientados para o livre mercado nos Estados Unidos.[24]

O Instituto Acton construiu uma rede de afiliações internacionais, incluindo Centro Interdisciplinar de Ética e Economia Personalista, Brasil, Europa Institut, Áustria, Instituto para o Estudo da Dignidade Humana e Liberdade Econômica, Zâmbia e a Organização Instituto Acton Argentina.[25]

Pesquisas e PublicaçõesEditar

 
Sede do instituto em Gran Rapids, Míchigan

A partir de seus princípios orientadores e pesquisa econômica, o instituto publica livros, artigos e periódicos e mantém um esforço de divulgação da mídia. [1][26]

  • Journal of Markets & Morality:
Peer-reviewed journalque explora a intersecção da economia e da moralidade dos pontos de vista científicas e teológica. Publicado semestralmente.[1][27][28][21]
  • Monografias:
Tratamentos aprofundados de questões políticas específicas e traduções de trabalhos acadêmicos anteriormente não publicados em inglês.[26][21][29]
  • Projeto de tradução Abraham Kuyper:
Em 2011, o instituto iniciou uma colaboração com o Kuyper College para traduzir para o inglês a obra em três volumes chamada "Graça Comum" (De Gemene Gratie em holandês) do político, jornalista e teólogo Abraham Kuyper. A obra, escrita em meados de maio de 1901 enquanto ele era o Primeiro-ministro da Holanda, aborda o avanço de ambos Marxismo e libertarianismo por um ponto de vista ecumênico cristão como parte de um esforço para construir uma "teologia pública construtiva" para o Mundo ocidental.[30][31] O primeiro volume da tradução, Sabedoria e Maravilha: Graça Comum na Ciência e na Arte , foi lançado em novembro de 2011.[32]
  • Religião e Liberdade:
Publicação trimestral que cobre a interação entre liberdade e moralidade: contém entrevistas, resenhas de livros, ensaios acadêmicos, breves biografias de pensadores centrais e discussões de tópicos importantes.[16][21]
  • O Guia Samaritano:
Ao longo de 2008, o instituto concedeu um Prêmio Samaritano anual a uma "instituição de caridade de grande sucesso, com financiamento privado, cujo trabalho é direto, pessoal e responsável".[33] O Guia Samaritano foi produzido para encorajar doações beneficentes eficazes, estabelecendo um sistema de classificação para instituições beneficentes consideradas para o Prêmio Samaritano.[34]
  • Notas do Acton:
O boletim informativo bimestral do Instituto Acton; contém relatórios de projetos e atividades do instituto.[35]
  • O PowerBlog do Acton:
Desde abril de 2005, o instituto fornece uma síntese de religião e economia em seu blog[36]

FilmesEditar

Os filmes produzidos pelo Instituto Acton incluem The Call of the Entrepreneur (2007) e Poverty, Inc. (2014), que ganhou o Prêmio de Liberdade Templeton 2014 da Rede Atlas.[37] O Poverty Inc. faz parte da iniciativa PovertyCure do Instituto Acton, que busca criar soluções para a pobreza "movendo os esforços da ajuda para a empresa e do paternalismo para as parcerias."[38]

Membros NotáveisEditar

Além de Sirico, estudiosos notáveis associados ao instituto incluem Anthony Bradley,[39] Jordan Ballor,[40] Stephen Grabill,[41] Michael Matheson Miller,[42] Marvin Olasky,[43] Kevin Schmiesing[44] e Jonathan Witt.[45] O diretor de pesquisa do instituto é Samuel Gregg, autor do livro premiado The Commercial Society.[46] Andreas Widmer é pesquisador em empreendedorismo do departamento de pesquisa.[47]

Membros atuais e ex-membros da diretoria do instituto incluem Alejandro Chafuen, ex-presidente da Rede Atlas; Gaylen Byker, presidente emérito do Calvin College; Sean Fieler, Equinox Partners; Leslie Graves, presidente do Instituto Lucy Burns; Frank Hanna III da Hanna Capital; e Robert Sirico, presidente do Instituto Acton.[48]

Referências

  1. a b c Andrews, Cory (2006), «Acton Institute», American Conservatism: An Encyclopedia, Wilmington, DE: ISI Books, p. 8 
  2. «About the Acton Institute». Acton Institute. Consultado em 25 de Abril de 2019. Cópia arquivada em 24 de Outubro de 2010 
  3. Burke, Greg (8 de Setembro de 1991). «The Market & Liberty». National Catholic Register. North Haven, CT 
  4. Worrall, Malika (20 de Dezembro de 2007). «New film promotes entrepreneurship as divine». Fortune Small Business. Consultado em 21 de Novembro de 2014 
  5. Leland, John (27 de Março de 2005). «Did Descartes Doom Terri Schiavo?». The New York Times 
  6. Stammer, Larry B. (7 de Abril de 2001). «Bush Turn on Treaty Galvanizes New Green Coalition». Los Angeles Times 
  7. McBrien, Father Richard P. (29 de Maio de 2005). «Pope chronicles». Los Angeles Times 
  8. Gibson, David (29 de Abril de 2014). «Conservatives squawk over pope's tweet on inequality». Religion News Service 
  9. Gibson, David (10 de Setembro de 2014). «Regensburg Redux: Was Pope Benedict XVI right about Islam?». Religion News Service 
  10. Henneberger, Melinda (6 de Junho de 2014). «Can you be Catholic and libertarian?». The Washington Post 
  11. «Profile». guidestar.org. Consultado em 24 de abril de 2020 
  12. Convissor, Kate (2 de Agosto de 1999). The Acton Institute: Of Morality & the Marketplace. [S.l.]: Grand Rapids Magazine. pp. 36–37 
  13. Sullivan, Elizabeth (Fevereiro 1993). "Rev. Robert Sirico: Inside Track." Grand Rapids Business Journal: 5-6.
  14. a b Coulter, Michael F., ed. (2007), «Acton Institute», Encyclopedia of Catholic Social Thought, Social Science, and Social Policy, 1, Lanham, MD: Scarecrow Press, pp. 5–7 
  15. Koshelnyk, William J. (1996). «Separation of Church and ... Capitalism». The American Voice. 1. pp. 6–7 
  16. a b Bandow, Doug (26 de Novembro de 1992). «Preaching liberty to the unconverted». The Washington Times. Washington, D.C. 
  17. Harger, Jim (1 de Maio de 1991). «Free enterprise wins moral victory». The Grand Rapids Press. Grand Rapids, MI 
  18. a b Acton Institute awarded for work in economics and ethics. [S.l.]: The Grand Rapids Press. 13 de Março de 2004 
  19. «2012 Global Go To Think Tanks Report and Policy Advice» (PDF). Think Tanks and Civil Societies Program, University of Pennsylvania. 24 de Janeiro de 2013. Cópia arquivada (PDF) em 27 de Junho de 2013 
  20. «Put a Tiger in Your Think Tank». Mother Jones. Consultado em 30 de Abril de 2016 
  21. a b c d «Liberty, Economics, and the Clergy». Organization Trends. Washington, D.C.: Capital Research Center. 3 de Julho de 1992 
  22. R., Mosey (2009). 2030, the coming tumult: unlimited growth on a finite planet. City: Algora Publishing. pp. 166–167. ISBN 978-0-87586-744-1 
  23. Harger, Jim (22 de Fevereiro de 2013). «Acton Institute's financial backing has strong ties to West Michigan's wealthiest families». Grand Rapids Press. Consultado em 22 de Dezembro de 2015 
  24. «Directory SPN Members». State Policy Network. Consultado em 23 de Março de 2015. Cópia arquivada em 18 de Março de 2015 
  25. «International Affiliates». Consultado em 18 de Agosto de 2011. Cópia arquivada em 4 de Julho de 2011 
  26. a b Heather Richardson (1992). «Connecting Morals to Markets». Philanthropy. 6. pp. 4–5 
  27. Rosmini, Antonio. The Constitution under Social Justice. [S.l.]: Lexington Books. ISBN 978-0-7391-0725-6 
  28. «Journal of Markets & Morality». High Beam Research. Consultado em 25 de Abril de 2019. Cópia arquivada em 6 de Novembro de 2012 
  29. Baker, Hunter (24 de Janeiro de 2011). «Jordan Ballor on Ecumenical Babel». Mere Comments (Touchstone Magazine). Consultado em 21 de Julho de 2011. Cópia arquivada em 26 de Junho de 2011 
  30. Kopenkoskey, Paul R. (28 de Maio de 2011). «'Grace' translation under way». The Grand Rapids Press. pp. C1–C2 
  31. «Acton Institute and Kuyper College launch 'Common Grace,' a major Abraham Kuyper translation project» (Nota de imprensa). The Acton Institute. 19 de Abril de 2011. Consultado em 23 de Agosto de 2011. Cópia arquivada em 21 de Julho de 2011 
  32. «Christian's Library Press Launches New Kuyper Book in San Francisco and Grand Rapids» (Nota de imprensa). Christian's Library Press. 15 de Novembro de 2011. Consultado em 15 de Novembro de 2011 [ligação inativa] 
  33. «Award - The Samaritan Guide». Consultado em 4 de Agosto de 2011. Cópia arquivada em 15 de Julho de 2011 
  34. Olasky, Marvin (1 de Setembro de 2007). «Fighting the Good Poverty Fight». WORLD Magazine. Ashville, NC 
  35. «Acton Notes». Consultado em 11 de Agosto de 2011. Cópia arquivada em 4 de Julho de 2011 
  36. Couretas, John (4 de Abril de 2005). «Welcome to the Acton Institute PowerBlog». Acton Institute. Consultado em 25 de Abril de 2019 
  37. Harger, Jim (13 de Novembro de 2015). «Acton Institute film about poverty wins $100,000 Templeton Freedom Award». Grand Rapids Press. Consultado em 23 de Dezembro de 2015 
  38. Chafuen, Alejandro (20 de Fevereiro de 2013). «From Aid To Enterprise: How To Intelligently Cure Poverty». Forbes. Consultado em 23 de Dezembro de 2015 
  39. «About Anthony Bradley». Consultado em 5 de Abril de 2011 
  40. «Jordan Ballor». Academia. Consultado em 25 de Abril de 2019 
  41. «Archived copy». Consultado em 17 de Julho de 2013. Cópia arquivada em 22 de Junho de 2012 
  42. «Michael Matheson Miller». Consultado em 30 de Abril de 2016 
  43. «Staff Profile: Marvin Olasky PhD». Acton Institute. Consultado em 30 de Abril de 2016 
  44. «Kevin Schmiesing». Crisis Magazine. 22 de Dezembro de 2015. Consultado em 30 de Abril de 2016 
  45. «Jonathan Witt - Discovery Institute». Consultado em 30 de Abril de 2016 
  46. Gregg, Samuel (2006). The Commercial Society pbk ed. [S.l.]: Lexington Books. p. 196. ISBN 978-0-7391-1994-5. Consultado em 13 de Outubro de 2016 
  47. «Andreas Widmer». Catholic Answers. 19 de Novembro de 2018. Consultado em 25 de Abril de 2019 
  48. «Our team». Acton Institute. Consultado em 25 de Abril de 2019