Instituto Max Planck de Biologia Celular Molecular e Genética

O Instituto Max Planck de Biologia Celular Molecular e Genética (em alemão: Max-Planck-Institut für molekulare Zellbiologie und Genetik (MPI-CBG)) é um centro de pesquisa de biologia molecular em Dresden e faz parte da Sociedade Max Planck. A abreviatura CBG simboliza o nome completo em inglês Cell Biology and Genetics.

Instituto Max Planck de Biologia Celular Molecular e Genética
Max-Planck-Institut für molekulare Zellbiologie und Genetik
MPI-CBG
Fundação 1998
Tipo de instituição Max Planck Institute, instituto de pesquisa, edifício
Localização Dresden
Alemanha
51° 3' 31" N 13° 47' 4.6" E
Diretor(a) Marino Zerial
https://www.mpi-cbg.de/en/home/ Website oficial

Os temas de pesquisa do instituto incluem: mecanismos de organização celular, comunicação celular, diferenciação de diferentes tipos de células e sua conexão com tecidos e organismos complexos. Para este efeito são realizadas experiências em vários organismos modelo, por exemplo em leveduras, nemátodos, moscas da fruta, peixe-zebra, rãs com garras e ratos.

O instituto é dirigido por cinco diretores científicos, três dos quais receberam o Prêmio Gottfried Wilhelm Leibniz. Emprega cerca de 550 pessoas, das quais cerca de metade são de origem estrangeira.

O MPI-CBG foi fundado em 1998. Depois que a estação de bonde Pfotenhauerstrasse em Dresden-Johannstadt foi fechada em maio de 1998, a Sociedade Max Planck assumiu o controle em dezembro daquele ano e mandou demolir os corredores existentes. Na primavera de 1999 a construção do prédio do instituto começou no local e foi concluída no final de 2000. A instalação está em operação desde fevereiro de 2001. A inauguração oficial ocorreu em 27 de março de 2002 pelo presidente da Sociedade Max Planck, Hubert Markl, o primeiro-ministro saxão Kurt Biedenkopf e o Chanceler da Alemanha Gerhard Schröder.

DireçãoEditar

O instituto é dirigido por cinco diretores. Em contraste com a maioria dos outros Institutos Max Planck, os diretores não têm departamentos designados, mas a pesquisa é realizada em uma rede de grupos de trabalho, a fim de ser capaz de reagir às direções de pesquisa em rápida mudança. Os diretores são:

Referências

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Max-Planck-Institut für molekulare Zellbiologie und Genetik