Abrir menu principal
Isaías

Isaías Benedito da Costa, apelido Isaías (27 de dezembro de 1921 - 5 de abril de 1947), foi um futebolista brasileiro, que atuava como atacante.

CarreiraEditar

Começou sua carreira no Madureira juntamente com os geniais Jair Rosa Pinto e Lelé. Os Três Patetas, como eram conhecidos, foram contratados pelo Vasco em uma só tacada em 1942. Bom lembrado foi o seu gol de letra em Romualdo Sperto "Gijo", numa as suas ultimas partidas por Madureira, vencendo o Fluminense FC 4-1.

Com Vasco, em nesta fase sob o orientação de Ondino Viera o nascente Expresso da Vitória, ganhou o Campeonato Carioca de 1944 e marcou sete dos 53 gols da sua turma.

Em março de 1944 jogou dis vezes por a seleção brasileira por a Taça Expedicionária Brasileira. O Brasil venceu nas dois partidas o Uruguai em Rio no São Januário, onde marcou um gol, e em SP no Morumbi 6-1 e 4-0. Também fiz parte da seleção Carioca nas jogos por o Campeonato Brasileiro de Seleções Estaduais nesta era.

Isaías deixou saudades na torcida vascaína, pois certa vez fugiu de um hospital ao qual estava internado, devido a uma tuberculose, para assistir um jogo do seu time de coração, o Vasco da Gama. Faleceu aos 25 anos e foi enterrado no cemitério de Inhaúma na Zona Norte do Rio de Janeiro

Isaías é bisavô de Léo Lima, ex-atleta do Vasco[1].

TítulosEditar

Referências