Abrir menu principal

Isabel da Áustria, Duquesa da Lorena

Isabel
Detalha de um retrato de Isabel e Frederico, na Galeria dos Ofícios, em Florença.
Duquesa de Lorena
Reinado 13 de maio de 131221 de abril de 1329
Antecessor(a) Isabel de Rumigny
Sucessor(a) Leonor de Bar
 
Cônjuge Frederico IV da Lorena
Descendência Rodolfo da Lorena
Margarida da Lorena
Casa Habsburgo
Lorena
Nascimento c. 1285/1293
Morte 19 de maio de 1353
  Nancy, Ducado da Lorena, Sacro Império Romano-Germânico (atual França)
Enterro Mosteiro de Königsfelden, Condado de Tirol, Sacro Império Romano-Germânico (atual Suíça)
Pai Alberto I da Germânia
Mãe Isabel de Gorizia-Tirol

Isabel da Áustria (c. 1285/1293Nancy, 19 de maio de 1353)[1][2][3] foi duquesa consorte da Lorena pelo seu casamento com Frederico IV da Lorena. Também foi regente do ducado de 1329 a 1331 durante a minoridade de seu filho, Rodolfo.

FamíliaEditar

Isabel foi a terceira filha e quarta criança nascida do rei Alberto I da Germânia e da rainha Isabel de Gorizia-Tirol. Os seus avós paternos eram o rei Rodolfo I da Germânia e sua primeira esposa, Gertrude de Hohenburg. Os seus avós maternos eram o duque Meinardo da Caríntia e Isabel da Baviera.

Ela teve onze irmãos, entre eles: Ana, primeiro foi esposa do marquês Hermano de Brandemburgo-Salzwedel e depois de Henrique VI da Silésia; Inês, rainha da Hungria como esposa de André III da Hungria; rei Rodolfo I da Boêmia; Frederico, o Belo, marido de Isabel de Aragão; Leopoldo I, Duque da Áustria, marido de Catarina de Saboia; Catarina, esposa do duque Carlos da Calábria; o duque Alberto II da Áustria, marido de Joana de Pfirt, etc.

BiografiaEditar

Quando era jovem, Isabel ficou noiva de um dos filhos do rei Filipe IV de França. Porém, após o casamento de seu irmão, Rodolfo com Branca de França, o noivado foi cancelado.

Em 6 de agosto de 1306, foi assinado um contrato de casamento entre Frederico e Isabel, em Saint-Dié. O casamento foi realizado em uma data anterior a 18 de maio de 1307. Ele era filho de Teobaldo III de Lorena e de Isabel de Rumigny.

O casal teve dois filhos, um menino e uma menina.

Em 28 de setembro de 1322, o duque foi capturado na Batalha de Mühldorf, onde lutava ao lado de seu cunhado, Frederico, o Belo. Ele faleceu em 21 de abril de 1329.

Devido a idade de seu filho, Rodolfo, a duquesa tornou-se a regente de Lorena em seu nome. Isabel foi regente de 1329 até 26 de outubro de 1331, quando o duque apontou como regente o seu sogro, o conde Eduardo I de Bar.

Isabel faleceu no dia 19 de maio de 1353. Ela foi enterrada em Nancy, e mais tarde seu corpo foi transferido para o Mosteiro de Königsfelden, na atual Suíça.

DescendênciaEditar

  • Rodolfo da Lorena (abril/maio de 1320 - 26 de agosto de 1346), sucessor do pai. Foi primeiro casado com Leonor de Bar, e depois foi marido de Maria de Châtillon, com quem teve três filhos;
  • Margarida de Lorena (m. após 9 de agosto de 1376), foi casada três vezes: primeiro com João de Chalon, Senhor d'Auberive, com quem teve uma filha, depois foi esposa do conde Conrado de Freiburg, Senhor de Romont, e por fim, de Ulrico de Rappoltstein.

AncestraisEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Isabel da Áustria, Duquesa da Lorena

Referências

  1. «Foundation for Medieval Genealogy». www.fmg.ac 
  2. «We Relate». werelate.org 
  3. «The Peerage». thepeerage.com