Abrir menu principal

Ivan Ćurković nasceu em 15 de março de 1944, em Mostar na Iugoslávia (atualmente Bósnia-Herzegovina), ele é um ex-futebolista que depois se tornou dirigente de de futebol.[1][2]

Ćurković
Ćurković
Ćurković em 1979
Informações pessoais
Nome completo Ivan Ćurković
Data de nasc. 15 de março de 1944 (75 anos)
Local de nasc. Mostar, Iuguslávia
Nacionalidade iugoslavo
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Goleiro
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1960-1964
1964-1972
1972-1981
Velez Mostar
Partizan
Saint-Étienne
087 00(0)
00201 000(0)
00383 000(0)
Seleção nacional3
1963-1970 Iuguslávia 00019 0000(0)



3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 6 de setembro de 2006.

Jogando na posição de goleiro, ele teve sucesso no Partizan de 1964 a 1972 e depois no Saint-Étienne de 1972 a 1981. Depois que parou de jogar, ele foi o presidente do Partizan de 1989 a 2006. Ele também ocupou o cargo de presidente do Comitê Olímpico da Sérvia, cargo que deixou em fevereiro de 2009.

BiografiaEditar

Depois de um brilhante início de carreira na Iugoslávia jogando no Velez Mostar entre 1960 até 1964 e no Partizan de 1964 até 1972, Ćurković foi até chamado para a seleção. Devido a esse sucesso, ele se transferiu para o Saint-Étienne em 1972. Em seu primeiro jogo no novo clube, ele leva quatro gols, o que levou ao seguinte questionamento do presidente do clube a Roger Rocherque foi o responsável por sua transferência: "Esse é o Ćurković?". Mas a preocupação não se prolongou e Ćurković logo teve um bom desempenho e rapidamente se tornou um líder da defesa do Saint-Etienne.

Ele participou ativamente do sucesso nacional e europeu do clube na década de 1970. Pode-se mencionar, em particular, as semi-finais da Taça dos Campeões de 1976 contra do PSV Eindhoven, onde ele fez uma de suas melhores partidas e conseguiu preservar o 0 a 0 que classificou o ASSE (vencedor da ida por 1-0) para a final.

Apesar desse sucesso no clube, Ćurković não teve chances na equipa nacional. A Iugoslávia teve, de fato, na década de 1970, uma boa geração de goleiros e Ćurković competiu contra Ilja Pantelić, Enver Marić e Ognjen Petrović. Por essa concorrência, Ćurković não esteve na lista de 22 jogadores selecionados para os torneios mais importantes que a Iugoslávio participou durante a carreira: A Copa do Mundo de 1974 e a Eurocopa de 76.

No início da temporada 1980-1981, Ćurković já tinha trinta e seis anos e após uma derrota para o Bastia na 4 rodada do campeonato deu lugar ao jovem formado no clube, Jean Castaneda. Após isso, ele pôs um fim a sua carreira no final da temporada e deixou o clube após uma briga com Robert Herbin.

Pós-CarreiraEditar

De 1989 até 2006, Ćurković foi presidente do FK Partizan. Ele foi o presidente do Comitê Olímpico da Sérvia até fevereiro de 2009, quando ele perdeu a eleição contra o ex-jogador de basquete Vlade Divac.

Em 23 de Dezembro de 2009, Ćurković foi nomeado como vice-presidente da Federação Servia de Futebol pelo presidente Tomislav Karadžić.[3]

TítulosEditar

Notas e referênciasEditar

  1. «Ivan Curkovic». footballdatabase.eu. Consultado em 29 de abril de 2018 
  2. «Ćurković Ivan». Reprezentacija.rs (em sérvio). 2 de dezembro de 2009 
  3. «FSS: Ćurković opet na funkciji (VIDEO)». Mondo Portal (em sérvio) 
  A Wikipédia tem os portais:
  • Football
  • Serbie