Abrir menu principal

Jamu e Caxemira (estado principesco)

Estado principesco da Índia britânica
Jamu e Caxemira

Jammu and Kashmir • Caxemira جۄم تٕ کٔشېرمقبوضہ کشمیرजम्मू और कश्मीर

Estado principesco da Índia britânica

1846 — 1949 
Bandeira   Escudo
Bandeira Escudo
French-Kashmir map.jpg
Mapa da situação atual de Caxemira, com o principado delineado a vermelho
Continente Ásia
Região Caxemira
Capital Srinagar
Jamu
Países atuais  Índia
Paquistão
 China

Religiões islão, hinduísmo, budismo tibetano

Forma de governo monarquia
Marajá
• 1846–1857  Gulab Singh

Período histórico Idade Contemporânea
• 1846  Fundação
• 1949  Dissolução e integração na Índia
Invasão parcial pelo Paquistão

Jamu e Caxemira (nome oficial em inglês: Jammu and Kashmir; em caxemiriano: جۄم تٕ کٔشېر; em urdu: مقبوضہ کشمیر; em hindi: जम्मू और कश्मीर) foi um um Estado principesco do Império Britânico na Índia que existiu entre 1846 e 1947, governado por um marajá.[1] O estado foi criado em 1846 quando, após sua vitória na Primeira Guerra Anglo-Sikh, a Companhia das Índias Orientais anexa o Vale da Caxemira e imediatamente vende aos Dogras o domínio de Jamu sob o Tratado de Amritsar.

De acordo com o tratado, o estado estava "situado ao leste do rio Indo e oeste do rio Ravi", e cobria uma área de 210 000 quilômetros quadrados.[2] Mais tarde, as regiões de Hunza, Nagar, e Gilgit foram adicionadas ao Estado.

Na época da partição da Índia, o marajá Hari Singh, o governador do Estado, preferiu permanecer independente e não quis aderir tanto a União da Índia como ao Domínio do Paquistão. Ele pretendia que a Índia e o Paquistão reconhecessem seu Estado principesco como um país independente, neutro como a Suíça. [3]

O Estado é extinto em 1949 no contexto da partição da Índia, com sua anexação à União Indiana e sua invasão parcial pelo exército do Domínio do Paquistão como parte da Primeira Guerra Indo-Paquistanesa.

Marajás de Jamu e CaxemiraEditar

S.no Nome Reinado
1. Gulab Singh 1846–1857
2. Ranbir Singh 1857–1885
3. Pratap Singh 1885–1925
4. Hari Singh 1925–1949

Referências

  1. Rai, Mridu (2000). The question of religion in Kashmir: Sovereignty, Legitimacy and Rights, c. 1846–1947[ligação inativa]. Ph.D. Thesis, Columbia University.
  2. Kashmīr and Jammu – Imperial Gazetteer of India, v. 15, p. 72.
  3. Mehr Chand Mahajan (1963). Looking Back. Bombay: Asia Publishing House (Digitalized by Google at the University of Michigan). p. 162. ISBN 81-241-0194-9 9788124101940 Verifique |isbn= (ajuda) 

Ligações externasEditar