Jean Anouilh

Jean Anouilh (Bordéus, 23 de junho de 1910Lausanne, 3 de outubro de 1987) foi um dramaturgo francês.[1]

Jean Anouilh
Jean Anouilh en 1940.
Nascimento Jean Marie Lucien Pierre
23 de junho de 1910
Bordéus, França
Morte 3 de outubro de 1987 (77 anos)
Lausanne
Residência Lausana
Sepultamento Pully cemetery
Nacionalidade França
Cidadania França
Cônjuge Nicole Anouilh
Alma mater
  • Lycée Chaptal
Ocupação dramaturgo
Prémios Prémio Mundial Cino Del Duca (1970)
Obras destacadas Ne réveillez pas madame...
Assinatura
Jean Anouilh Signature.svg

Filho de um alfaiate e de uma pianista, iniciou a carreira de direito, que não completou. Trabalhou no campo da publicidade até que, em 1932, iniciou carreira teatral com O Arminho.[1] Desta época inicial são uma série de obras que obtêm bom acolhimento por parte do público: O Viajante sem Bagagem, A Selvagem, O Baile dos Ladrões, Eurídice e Antígona, estas duas últimas recriações modernas de temas clássicos.[1]

ObrasEditar

  • Le Rendez-vous de Senlis (1941)

Referências

  1. a b c «Jean Anouilh». www.kirjasto.sci.fi. Pegasos. Consultado em 5 de dezembro de 2019. Arquivado do original em 30 de abril de 2007 
 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Jean Anouilh
  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.