Jerônimo (telenovela)

telenovela brasileira produzida e exibida pelo SBT
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre a telenovela exibida no SBT nos anos 1980. Para a produção da TV Tupi exibida nos anos 1970, veja Jerônimo, o Herói do Sertão.

Jerônimo é uma telenovela brasileira exibida pelo SBT entre 5 de novembro de 1984 e 2 de março de 1985, às 18h[1]. Em 102 capítulos substituindo a mexicana Chispita e foi substituída pela também mexicana Lupita.

Jerônimo
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 45 minutos aprox.
Criador(es) Moysés Weltman
Baseado em Jerônimo, o Herói do Sertão de Moysés Weltman
País de origem Brasil Brasil
Idioma original português
Produção
Diretor(es) Antonino Seabra
Crayton Sarzy (supervisão)
Elenco Elenco principal

Francisco di Franco
Suzy Camacho
Eduardo Silva
Joffre Soares
Felipe Levoto
Jussara Freire
Josmar Martins
Marcos Caruso
Paulo Hesse
Amilton Monteiro
Guy Louco
Aldo Bueno
Benê Silva
Neusa Borges
Eduardo Abbas
(ver elenco)

Exibição
Emissora original Brasil SBT
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 5 de novembro de 1984 - 2 de março de 1985
Episódios 102
Cronologia
Meus Filhos, Minha Vida
Jogo do Amor
Programas relacionados Jerônimo, o Herói do Sertão (1972)

Foi escrita por Moysés Weltman, dirigida por Antonino Seabra e supervisionada por Crayton Sarzy, a telenovela baseada na novela de rádio Jerônimo, o Herói do Sertão criada em 1953 por Weltman[2] e já foi transformada em telenovela pela TV Tupi em 1972, estrelada por Francisco Di Franco.[3]

ProduçãoEditar

Remake da série de televisão Jerônimo, o Herói do Sertão, exibida entre 1972 e 1973 pela extinta Rede Tupi. A trama trazia Francisco Di Franco novamente no papel de protagonista. A ideia era realizar uma telenovela de grande duração, assim como foi a versão dos anos 70 e na radio dos anos 50. Entretanto, não obteve a mesma repercussão e audiência que as versões anteriores, tendo apenas uma saga exibida.

Foi a primeira novela do SBT que foi praticamente gravada fora de seus estúdios, sendo que suas externas foram feitas em Cabreúva, interior de São Paulo.

EnredoEditar

Cerro Bravo, uma cidade do interior paulista, é dominada pelo Coronel Saturnino Bragança, rico fazendeiro que toma terras e obriga outros fazendeiros a entregarem suas propriedades, com a ajuda de seus capangas, alegando que suas escrituras são falsas. Todos temem o coronel, inclusive o prefeito. Por isso, apenas um misterioso cavaleiro escondido na mata é capaz de ajudar a população da cidade.

Esse cavaleiro é Jerônimo que, ao lado da noiva Aninha e do Moleque Saci, enfrenta as injustiças sociais, pondo os inimigos a correr a toque de bala.

No meio da história Jerônimo descobriu que o Coronel na verdade era membro de uma organização conhecida por "Mão Negra", cujo comandante só teria a identidade revelada no último episódio.

ElencoEditar

Ator/Atriz Personagem
Francisco di Franco Jerônimo
Suzy Camacho Aninha
Eduardo Silva Moleque Saci
Joffre Soares Coronel Saturnino Bragança
Felipe Levoto Antônio Caveira
Jussara Freire Suzana
Josmar Martins Alonso
Marcos Caruso Dr. Otoniel
Paulo Hesse Dr. Pileque (Clodomiro Seixas)
Amilton Monteiro Dr. Martim
Guy Loup Efigênia
Aldo Bueno João de Deus e João Corisco
Benê Silva Pai Jeremias
Neusa Borges Gumercinda
Eduardo Abbas Honorato
Arnaldo Weiss Dr. Esperidião
Ênio Gonçalves Eduardo
Jack Militello Inspetor Carnaúba
Geny Prado Dona Batatinha
Rogério Márcico Coronel Valdomiro Seixas
Annamaria Dias Maria Seixas (Maria Homem)
Dante Ruy Coronel Ventura
Eleu Salvador Zé da Bíblia
Zé Luiz Pinho Tomás
Borges de Barros
Vera Lúcia Passos
Rita Bérgamo
Edmundo Vieira
Capitão Bastos
Toninho Peão
Wanderleia Procópio
Terezinha Cubana

ReprisesEditar

Foi reprisada pela primeira vez entre 14 de outubro de 1985 a 7 de março de 1986, na íntegra, às 14h30, e sendo substituída por Angelito.

Foi reprisada pela segunda vez entre 7 de janeiro a 2 de março de 1991, em 48 capítulos, às 18h00 e sendo substituída por A Justiça de Deus.

AudiênciasEditar

A primeira exibição da trama obteve 6,61 pontos. A segunda obteve 6,13 pontos e a terceira 4,73 pontos. A média de sua reprise de 1991 foi de 13 pontos.

Trilha SonoraEditar

  1. Jerônimo
  2. Varandas
  3. Mensageiro d'alegria
  4. Acalanto
  5. Moleque Saci
  6. Curió
  7. Meu doce herói
  8. A menina dos meus olhos
  9. Doce herói
  10. A canção de Jerônimo
  11. Nesse mato tem coelho
  12. Seu moço

Referências

  1. «Jerônimo». Teledramaturgia. Consultado em 5 de junho de 2016 
  2. Ronaldo Conde Aguiar (2007). Almanaque da Rádio Nacional Casa da Palavra [S.l.] p. 152. ISBN 9788577340828.
  3. Bia Braune, Rixa (2007). Almanaque da TV Ediouro Publicações [S.l.] p. 142. ISBN 9788500020704.

Ligações externasEditar