João Jaime de Monferrato

(Redirecionado de João Jacó de Monferrato)

João Jaime de Monferrato ou João Jaime Paleólogo, em italiano Gian Giacomo ou Giovanni Giacomo Paleologo (Trino, 23 de março de 1395Casale, 12 de março de 1445) foi marquês de Monferrato.

João Jaime de Monferrato
Marquês Soberano de Monferrato
Reinado 1483 - 1494
Consorte Joana de Saboia
Antecessor(a) Teodoro II de Monferrato
Sucessor(a) João IV de Monferrato
Casa Casa Soberana de Monferrato
Dinastia Paleólogo
Nascimento 23 de março de 1395
  Trino, Flag of Montferrat.svg Marca de Monferrato
Morte 23 de março de 1395 (-50 anos)
  Casale, Flag of Montferrat.svg Marca de Monferrato
Filho(s)
Pai Teodoro II de Monferrato
Mãe Joana de Bar

BiografiaEditar

Filho de Teodoro II (1364 – 1418) e de Joana de Bar (†1402), é associado ao pai no governo do marquesado desde 1404. Em 1412, João Jaime casou-se com Joana de Saboia (13921460), filha de Amadeu VII de Saboia e irmã de Amadeu VIII, casamento que produziu numerosa descendência

Morto o pai Teodoro em 1418, João Jaime tomou as rédeas do governo, sendo oficialmente empossado do seu feudo pelo imperador Sigismundo do Luxemburgo.

O jovem marquês logo se distinguiu em brilhantes expedições militares na região dos Apeninos, ora contra os genoveses, ora contra os milaneses, procurando reconquistar Spigno Monferrato e recebendo homenagem de diversos senhores da região. Reflexo da sua importância foi o matrimónio celebrado em 1421 entre a sua irmã, Sofia Paleóloga, e o penúltimo imperador de Bizâncio, João VIII.

Mas a política expansionista de seu pai, a que João Jaime deu continuidade, faz com que o duque de Saboia e Filipe Maria Visconti se aliassem e, em 1431, celebrassem uma aliança anti-monferrina que previa o desaparecimento do estado do Monferrato do mapa e a repartição do território entre eles. Perante a desproporção de forças, esmagadora contra Monferrato, João Jaime tem que procurar a ajuda de França.

A guerra foi desastrosa para João Jaime e em 1432 o marquês foi derrotado, procurando uma paz que viria a ser vantajosa para os Saboia: pelo tratado assinado em Turim, o Monferrato cedeu-lhes todos territórios à esquerda do rio Pó em troca de recuperar o controle do Monferrato. Amadeu VIII foi implacável com o cunhado: João Jaime teve que considerar-se um vassalo dos Saboia em troca do controlo sobre as restantes terras que se lhe manteve consignadas.

Contudo, quango Amadeu VIIIexigiu indemenizações de guerra, João Jaime revoltou-se mas, depois de ser sitiado em Chivasso, foi forçado a ceder, voltando a declarar-se vassalo da Saboia. João Jaime morreu em Casale Monferrato em 1445, sendo sucedido pelo seu filho mais velho João IV.

Casamento e descendênciaEditar

Do seu casamento com Joana de Saboia (1395-1460), ocorrido em 26 de abril de 1411, João Jaime teve sete filhos[1]:

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar


Precedido por
Teodoro II
 
Marquês de Monferrato

1418 - 1445
Sucedido por
João IV

NotasEditar

Referências